News & Announcements

29/10/2013: Ministro de Estado destaca discussão e análise crítica sobre emprego

Ministro de Estado destaca discussão e análise crítica sobre emprego

Luanda - O ministro de Estado e chefe da Casa Civil da Presidência da República, Edeltrudes Costa, afirmou hoje, em Luanda, que toda reflexão, discussão e análise crítica sobre a questão do emprego e da formação profissional deve incorporar um leque alargado de actores.

Para Edeltrudes Costa, que falava na abertura da Conferência Nacional sobre Emprego e Formação Profissional: “Desafios Programas e Soluções”, esse factor permite garantir que a pluralidade e diversidade de ideias saberes e experiências possam contribuir para o enriquecimento do debate e para a criação de emprego, produtivo qualificado e remunerador para todos os angolanos.

Ressaltou que o novo enquadramento nas políticas de capacitação e valorização da força de trabalho se encontra consubstanciada na política de formação profissional que visa a inserção na vida activa, em particular, dos canditados ao primeiro emprego, o reforço da capacidade institucional do sistema de emprego e formação profissional, bem como o incentivo ao empreendedorismo e o reforço das parcerias Estado sindicato e associações de empregadores.

Segundo o ministro, o Estado desempenha um papel central nesta matéria, embora a problemática do emprego e formação profissional estravase os marcos da responsabilidade estatal.

Acrescentou que a problemática do emprego e formação profissional é um tema que tem dominado a agenda de todos os países do mundo, tendo em conta a sua importância económica, social e política.

Referiu que devido à importância do tema, o Presidente da República, José Eduardo dos Santos, no seu discurso sobre o Estado da Nação, afirmou que o Plano Nacional de Emprego e Formação Profissional em preparação é um útil instrumento estratégico de grande relevância para o futuro do país, em particular da juventude, para o qual pretende-se dedicar recursos adequados, garantindo assim prioridade à inserção dos jovens e dos quadros nacionais na vida económica e social.

“O conteúdo desta orientação estratégica sublinha a importância conferida à problemática do emprego e formação profissional, tendo em conta que a mesma se afirma como incontornável em qualquer processo de formulação de políticas públicas sectoriais de curto, médio e longo prazo”, refeiu.

O encontro tem como objectivos aprimorar os mecanismos para melhor adequação da procura e oferta no mercado de trabalho, reforçar os programas relativos ao fomento do auto-emprego e empreendedorismo na comunidade, contribuir para o melhor conhecimento e aplicação das políticas públicas geradoras de emprego ao nível do país.

Na conferência, organizado pelo Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social (MAPTSS), estão a ser abordados temas como “ O Plano Nacional de Desenvolvimento e a sua articulação com o plano Nacional de Formação de Quadros ,”objectivos e metas”, “Politicas públicas do sector produtivo e o seu impacto na criação do Emprego, Qualificador e Remunerador ”, “A formação Profissional e o mercado de trabalho, contexto e perspectivas”.

Participam no encontro, que tem o seu encerramento previsto para quarta-feira, deputados à Assembleia Nacional,responsáveis dos sectores primário, secundário e terciário da economia, organismos do sector publico administrativo, parceiros sociais, sectores da sociedade civil.