News & Announcements

25/10/2013: Destacada importância da recolha segura dos dados censitário

Destacada importância da recolha segura dos dados censitário

Luanda - A recolha de todos dados do 'Recenseamento Geral da População e Habitação' (RGPH-2014) deve ser a mais eficiente possível para que o processo seja exitoso, apelou hoje, sexta-feira, em Luanda, Camilo Ceita, Coordenador Geral do Gabinete Central do Censo(GCC).

"A efeciência vai determinar efectivamente quantos somos, bem como facilitar e fornecer toda informação das unidades geográficas e administrativas, daí a necessidade do rigor e empenho de todos os grupos técnicos provinciais", sublinhou.

Camilo Ceita, que falava na abertura do terceiro e último dia do I Encontro Metodológico do Censo 2014, frisou que esta actividade é uma fonte segura de informações para todos os níveis, de formas a facilitar os dados sobre a população e habitação angolana.

De acordo o responsável, os grupos técnicos provinciais desempenham um papel  importante neste processo, por isso, não devem falhar, procurando sempre criar facilidades aos agentes de campo, recenseadores e supervisores, pois este é o primeiro censo como tal depois da independência. Doravante será realizado de dez em dez anos.

Segundo Camilo Ceita, os técnicos provinciais, municipais e comunais devem-se colocar disponíveis a partir de agora, visto que o trabalho começa a exigir mais para os mais diversos actores deste processo de levantamento estatístico, e o empenho de todos é crucial para a obtenção de um resultado mais qualitativo possível.

Participam no encontro, os grupos técnicos províncias do Namibe, Cunene, Benguela, Bié Moxico e Zaíre.

Um dos grandes objectivos deste I Encontro Metodológico é a troca de experiências entre os grupos técnicos provinciais, o relançar e aprimorar das metodologias de trabalho a serem desenvolvidos nos próximos meses, além de  avaliar o relatório do Censo Piloto.

Visa ainda avaliar os dados cartográficos, informar sobre o processo de recrutamento e selecção do pessoal, dos critérios de formação dos recenseadores e as respectivas etapas de formação e a estratégia de aprimoramento da gestão de logística, do pessoal e da vertente comunicacional.