News & Announcements

16/10/2013: PR pede atenção para os antigos combatentes

PR pede atenção para os antigos combatentes

O Chefe de Estado, José Eduardo dos Santos pediu nesta terça-feira, que se continue a prestar e devida atenção aos antigos combatentes e veteranos de guerra, por serem exemplos vivos de coragem, determinação e sentido do dever.

“Devemos reconhecer o seu papel na edificação da nossa Pátria livre e independente e apelar a toda a sociedade para que nunca se esqueça dos sacrifícios por eles consentidos”, declarou.

O Chefe de Estado discursava sobre o estado da nação na abertura da II legislatura da III Legislatura da Assembleia Nacional.

Para o Presidente da República, “não estaríamos aqui e não estaríamos onde estamos hoje se não houvesse antes de nós e mesmo nos nossos dias cidadãos que, tendo consciência do seu dever patriótico, deram o melhor de si para a libertação do nosso país”.

Informou que actualmente estão identificados a nível nacional 159 mil e 75 beneficiários do Regime de Protecção Especial do Estado, dos quais 44 por cento são antigos combatentes, 16 por cento deficientes de guerra, 32 por cento órfãos e 8 por cento viúvas de combatentes e ascendentes.

Deu ainda conta que dos diferentes processos de paz que ocorreram no país existem 288 mil 816 desmobilizados.

José Eduardo dos Santos adianta que foram pagas as pensões que estavam em atraso e estão definidos vários programas de formação profissional e de reinserção social e produtiva, para o enquadramento dos que ainda não foram contemplados.