Press Release

13/10/2013: ANGOLA ESTÁ PREPARADA PARA O INVESTIMENTO INTERNACIONAL

ANGOLA ESTÃ PREPARADA PARA O INVESTIMENTO INTERNACIONAL

A economia de Angola está rapidamente a tornar-se uma das mais vibrantes em toda a África, afirmou o governador do Banco Nacional de Angola, José de Lima Massano, em Washington, D.C., no âmbito de uma conferência internacional promovida pelo Banco Privado Atlântico.

Para o governador, Angola  é uma economia estável e está preparada para o investimento internacional.

“Angola é um país em construção. Muito tem sido feito para criar a estabilidade macro-económica e promover o crescimento”, disse o governador do Banco Nacional de Angola, José de Lima Massano, ao intervir como principal
orador numa actividade organizada pelo Banco Atlântico em Washington, D.C., no Willard Intercontinental Hotel, enquanto decorrem as reuniões anuais de Outono 2013 do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional.

“Fizemos reformas monetárias e estruturais significativas que posicionam a nossa economia para o investimento internacional e desenvolvimento económico. Ainda enfrentamos desafios, mas estamos determinados a transformar esses desafios em oportunidades para a nossa nação. A hora é agora e o lugar é Angola”.

A economia de Angola é uma das mais dinâmicas de África, com um PIB nominal de 118,7 mil milhões de dólares e taxas de crescimento anuais médias de 9% entre 2003 e 2012.

Para além do governador José Lima Massano, Jim O'Neill, ex-presidente do Goldman Sachs Asset Management (GSAM ), foi um panelista de destaque, na actividade que serviu to “show case” a República de Angola.

Jim O'Neill concentrou a sua intervenção na análise do estado actual dos mercados emergentes em todo o mundo, a relação entre a China e os Estados Unidos e o que isso significa para a África.

O'Neill observou que Angola tem demonstrado maiores melhorias económicas que os seus concorrentes africanos e “está pronta para continuar o crescimento e estabelecer a sua posição como a principal economia , devido à contínua expansão e diversificação no mercado não-petrolífero”.

Presente ao evento, esteve Armando Manuel, Ministro das Finanças de Angola, e técnicos superiores do Ministério das Financas, o PCA do  BAD e a Directora Executiva do BAI, nomeadamente Paixão Franco e Inokcelina dos Santos, Alberto Ribeiro, Embaixador de Angola nos EUA para além de representantes de instituições bancárias em Washington, da Câmara de Comercio EUA/Angola, homens de negócios, Think Thanks, parceiros de Angola bem como diplomatas angolanos nos EUA.



Sector de Imprensa

Embaixada de Angola nos EUA

Washington, D.C.

11/10/2013