Press Release

09/10/2013: CMC PROCURA CONTRIBUIÇÕES NAS REUNIÕES DO BM/FMI PARA ACTUALIZAR POLÍTICAS

CMC PROCURA CONTRIBUIÃÃES NAS REUNIÃES DO BM/FMI PARA ACTUALIZAR POLÃTICAS

Washington D.C. (Do enviado especial) – A Comissão de Mercados Capitais (CMC) integra o grosso de instituições angolanas representadas nas reuniões de Outono do Banco Mundial (BM) e do Fundo Monetário Internacional (FMI), que decorrerão de 11 a 13 de deste mês, em Washington D.C., para partilhar
conhecimentos e obter experiências, com vista a actualizar as suas políticas.

Este argumento foi apresentado à Angop, na cidade de Washington, District of Columbia, pelo presidente do seu
Conselho de Administração, Archer Mangueira, para quem o certame afigura-se como uma oportunidade indispensável para se fazer uma abordagem sobre políticas actuais que têm estado a ser desenvolvidas em todo o mundo, visando a dinamização dos mercados capitais e de mercados de valores mobiliários.

“Entendeu o ministro das Finanças, Armando Manuel (chefe da missão) integrar a CMC na sua delegação porque neste tipo de eventos sempre se aproveita a oportunidade para se fazer uma abordagem sobre políticas actuais que têm estado a ser desenvolvidas em todo o mundo, visando a dinamização dos mercados capitais e mercados de valores mobiliários”, reiterou Archer Mangueira durante a entrevista concedida no conhecido Hilton Hotel sito à 16th Street, NW.

De igual modo, acrescentou o responsável, Angola está numa fase de arranque dos vários segmentos que constituem os mercados de capitais, porquanto, é mais um momento para partilhar com instituições congéneres (o que já se tem estado a fazer) e captar deles conhecimentos sobre as realidades das suas geografias, porque há os chamados casos de estudo que servem sempre de referência para os novos mercados e mercados emergentes.

“Nós não viemos propositadamente para apresentar nenhuma novidade, mas sim para participar nos vários encontros e seminários que o Fundo Monetário Internacional e o Banco Mundial vão proporcionar a todos os delegados. São eventos onde normalmente os especialistas e ou peritos (experts) dos vários segmentos apresentam novos estudos científicos e que servem sempre de elementos de inspiração para a actualização de políticas que os países membros têm estado a gizar ou a implementar” - esclareceu.

Além da Comissão de Mercados Capitais (CMC), Angola faz-se representar nestas reuniões de Outono das instituições de Bretton Woods - Banco Mundial (BM) e Fundo Monetário Internacional (FMI) com os ministérios das Finanças, do Planeamento e Desenvolvimento Territorial, com os bancos Nacional de Angola (BNA) e o de Desenvolvimento de Angola (BDA).