News & Announcements

21/09/2013: Vice-presidente da República em Nova Iorque para Assembleia-geral da ONU

Vice-presidente da República em Nova Iorque para Assembleia-geral da ONU

Nova Iorque (Dos enviados especiais) - O Vice-presidente da República, Manuel Domingos Vicente, chegou por volta das 15h30 locais, (20h30 em Angola) de ontem, sexta-feira, dia 20 de Setembro, a Nova Iorque, EUA, para participar na 68ª sessão da Assembleia-geral das Nações Unidas (ONU), a decorrer de 24 de Setembro a 4 de Outubro deste ano.

Manuel Vicente vai representar o Chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos, nos debates da 68ª Assembleia-geral da ONU, a decorrer sob o tema geral “Agenda de desenvolvimento pós-2015: definição do percurso”.

Em Nova Iorque já se encontram também o ministro das Relações Exteriores, Georges Chikoti, o chefe da missão diplomática angolana junto da ONU, Ismael Martins, além de embaixadores nacionais acreditados noutras organizações internacionais e em vários países.

Integrarão ainda a delegação angolana altos funcionários da Presidência e da Vice-presidência da República, do Ministério das Relações Exteriores e da missão diplomática  junto da ONU.

De acordo com a agenda da 68ª sessão da Assembleia-geral, os Estados membros da ONU vão abordar questões que preocupam a comunidade internacional, nomeadamente,os assuntos relacionados com a necessidade de diminuir o impacto da desertificação, degradação do solo e a seca no contexto do desenvolvimento sustentável e da erradicação da pobreza.

O grau de implementação dos objectivos de desenvolvimento do milénio e a agenda de desenvolvimento pós 2015 e a segurança alimentar constam entre as questões a serem discutidas pelos Chefes de Estado e de governo dos países membros da ONU.

Outros temas a serem analisados durante o debate geral são a solução pacífica de conflitos, a reconstrução e fortalecimento de Estados frágeis e em situação de pós-conflito e desarmamento.

A reforma das Nações Unidas, incluindo do seu Conselho de Defesa e Segurança, a revitalização da Assembleia-geral e a reafirmação do papel central da organização na governação global fazem igualmente parte dos temas a serem apreciados.

Os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio foram assinados em Setembro de 2000 por 189 Estados Membros das Nações Unidas, que se comprometeram a erradicar a pobreza
extrema e a fome, atingir o ensino básico universal, promover a igualdade entre os géneros e a autonomia das mulheres.

Se propuseram ainda a reduzir a mortalidade infantil, melhorar a saúde materna, combater o VIH/SIDA, malária entre outras doenças, garantir a sustentabilidade ambiental e
estabelecer uma parceria mundial para o desenvolvimento.