News & Announcements

21/08/2013: Destacado papel do Chefe de Estado na melhoria das condições sociais das populações

Destacado papel do Chefe de Estado na melhoria das condições sociais das populações
Luanda - O papel do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, na melhoria das condições sociais, que visam proporcionar o bem-estar das populações, foi destacado hoje, segunda-feira, em Luanda, pela directora do Lar Kuzola, Engrácia do Céu.
Em declarações à Angop, a propósito do tema "Situação dos Lares de Acolhimento das Crianças Abandonadas", a fonte disse notar-se no país o engajamento do Executivo angolano, liderado pelo Presidente José Eduardo dos Santos, na reabilitação e construção de infra-estruturas, tais como escolas, hospitais, estradas, postos e centros de saúde, assim como na execução de programas que beneficiam a juventude como o de acesso à casa própria, visando a erradicação da fome e da pobreza.
De acordo com a responsável, a conquista e a preservação da paz efectiva que o povo angolano vem desfrutando, desde a assinatura dos acordos de 4 de Abril de 2002 na província do Moxico, foi "graças" à coragem e à determinação do Presidente José Eduardo dos Santo.
Engrácia do Céu enalteceu igualmente o empenho do Executivo angolano, especialmente em programas que privilegiam as crianças, como apoio aos lares de acolhimento, construção de lares de estudantes, construção de lares da terceira idade em quase todo o país, entre outras acções que visam proporcionar o bem-estar de crianças e velhos abandonados pelos seus familiares por diversas acusações.
Segundo a responsável, só se faz uma Angola livre e em paz com uma sociedade capaz, com pessoas formadas, acrescentando que esta é a altura de todos angolanos contribuírem com o seu saber, na construção e reconstrução do país para que possamos continuar a registar crescimento e desenvolvimento social, político, económico e cultural em Angola.
Exortou a sociedade a participar activamente nas acções do Governo como na construção de escolas, hospitais, espaços de lazeres, centros de formação profissional, no quadro da paz que o país vive, permitindo assim a melhoria das condições e qualidade de vida do povo angolano.