News & Announcements

19/07/2013: Delegação sul-africana apela angolanos a rezarem por Nelson Mandela

Delegação sul-africana apela angolanos a rezarem por Nelson Mandela
Luanda – A vice-ministra do Comércio e Indústria da África do Sul, Elizabeth Thabethe, apelou em Luanda, aos angolanos e compatriotas seus residentes em Angola a juntarem-se a onda de orações a favor da recuperação do antigo presidente do seu país, Nelson Mandela, internado há um mês por doença pulmonar.

Falando para os expositores, comunidade deste país em Angola e convidados ao stand da África do Sul, por ocasião da celebração (ontem) do dia deste Estado da região austral de África na 30ª edição da Feira Internacional de Luanda (Filda/2013), a governante disse que perante este momento triste e expectante, Angola não pode ficar indiferente.

“Angola e a África do Sul são dois países vizinhos, da mesma região do continente, com boas relações diplomáticas e fortes ligações históricas. Perante a situação que Nelson Mandela vive actualmente, o povo angolano deve juntar-se à corrente do mundo inteiro e rezar também para recuperação deste ex-estadista”, referiu.

Elizabeth Thabethe acrescentou que a oração do povo angolano tem um cunho especial devido a sua relação histórica com o povo sul-africano e pela sua influência na região.

Sublinhou ainda que a esta altura todos devem solidarizar-se com Nelson Mandela, dado o importante papel desta figura em África e no mundo.

O ex-presidente sul-africano Nelson Mandela, que completa 95 anos hoje, quinta-feira (dia 18) encontra-se internado desde o dia 22 de Junho num hospital de Pretória, em estado crítico, numa altura em que o mundo inteiro se prepara para homenageá-lo, por ocasião da celebração do "Mandela Day".

Desde 2010, a ONU comemora a 18 de Julho o Dia internacional em homenagem ao herói da luta anti-apartheid, retomando uma ideia nascida na África do Sul.

A FILDA é um evento multisectorial de exposição e negócios que junta anualmente, desde 1983, empreendedores nacionais e de países de África, América, Europa e Ásia para expor produtos e serviços. Este ano conta com mais de mil expositores de 35 países.

Aberta terça-feira, a feira decorrerá até ao dia 21 sob o lema “Os Desafios da Atracão de Investimento: Estratégia, Legislação, Instituições, Infra - Estruturas e Recursos Humanos”, visando fomentar o estabelecimento de contactos para parcerias empresariais e atrair investimentos para o país.