News & Announcements

16/05/2013: Angola regista 197 casos de dengue nos últimos três meses

Angola regista 197 casos de dengue nos últimos três meses
Luanda - Angola registou nos últimos três meses 197 casos de dengue e 78 suspeitos da doença, informou nesta quarta-feira, em Luanda, o ministro da Saúde, José Van-Dúnem.
O responsável intervinha na habitual maka à quarta-feira, realizada pela União dos Escritores Angolanos (UEA), sobre o tema "A endemia de dengue em Angola".
Informou que as províncias de Luanda e Malanje foram as únicas que apresentaram casos positivos.
Segundo José Van-Dúnem, de 12 de Março a 9 de Maio deste ano, o município de Belas, em Luanda, registou 36 casos, Cacuaco 5, Cazenga com o mesmo número, Viana 8 e Ingombota com 28.
Deu conta de 8 casos suspeitos da doença em Belas, um em Cacuaco, 3 no Cazenga, 9 em Viana e 13 na Ingombota.
Para o Kilamba Kiaxi referiu 27 casos confirmados e 10 suspeitos, Maianga 26 confirmados e 8 suspeitos, Rangel 9 confirmados e 5 suspeitos, Samba 14 confirmados 4 suspeitos, enquanto para zonas não identificadas da capital 27 confirmados e 12 suspeitos.
O palestraste informou que em Malanje surgiu apenas um caso, e que neste mesmo período foram internadas 33 pessoas e não houve a ocorrência de nenhum óbito.
O ministro informou que o seu pelouro tem desenvolvido algumas acções para travar e combater a doença, tais como: A recolha de dados e elaboração do boletim epidémico, treinamento do pessoal na recolha de dados sobre as lavras e mosquitos adultos, recolha de larvas e mosquitos adultos para a identificação de espécies vectoriais em causa.
Tendo ainda feito a recolha e análise de amostras para a detenção do agente etiológico, recepção, processamento e análise das amostras da província de Malanje, sensibilização das populações nos bairros afectados,
actualização do plano de intervenção.
O mesmo pediu especial atenção aos cidadãos para máximo alerta aos sinais apresentados pela doença, tais como febres fortes, dores nas articulações, vómitos, náuseas, situações que motivam correr ao hospital.
O interveniente informou que as pessoas infectadas devem sobretudo ter repouso, e em caso de febre tomar um paracetamol ou banhos para baixar a febre, beber líquidos, caso haja desidratação.
“Não existe uma vacina para combater a dengue. Podemos é combater os sintomas apresentados pela doença “concluiu.
José Van-Dúnem pediu a colaboração dos médias, escritores e fazedores de opinião no sentidos de participarem na divulgação da doença nos meios sociais.