News & Announcements

13/03/2013: Governador apela gestores a trabalharem de forma eficiente para o bem-estar da população

Governador apela gestores a trabalharem de forma eficiente para o bem-estar da população
Ndalatando - O governador do Kwanza Norte, Henrique André Júnior, instou ontem, no município da Banga, os gestores públicos a trabalharem de forma eficiente para o bem-estar da população, enquanto os munícipes deverão
contribuir mais para a melhoria da administração pública de Estado.
O governante fez o apelo durante o acto de apresentação do novo administrador municipal da Banga, Manuel António de Sousa, tendo lembrado que as acções desenvolvidas pelas autoridades administrativas devem sempre ter resultados concretos do ponto de vista social e económico para a população.
Acrescentou que para isso, os administradores municipais devem pautar por uma gestão transparente dos fundos públicos destinados à melhoria das condições sociais básicas da população.
Referiu que os administradores e membros do governo têm um papel muito importante na implementação do Programa Integrado de Desenvolvimento Rural e Combate a Pobreza com eficácia e responsabilidade.
Aconselhou ainda os administradores a desenvolverem uma administração participativa e democrática, onde cada membro possa dar o seu contributo na materialização das acções de construção e reconstrução da província e do país em geral, para o bem do povo.
Henrique Júnior apresentou igualmente à população o novo administrador municipal do Samba-Cajú, Mateus André Garcia, recentemente nomeado.
Na ocasião, pediu aos habitantes do município para cooperarem com o novo administrador, para que se concretizem as acções que foram gizadas com vista a melhoria das condições de vida dos habitantes locais.
"Sem o entrosamento entre o administrador e os munícipes, ele nada poderá fazer e o município do Samba-Cajú não poderá conhecer avanços em termos de desenvolvimento social e económico", disse o governador.
Presenciaram os actos, funcionários da administração municipal, autoridades tradicionais e religiosas.
Com uma população estimada em 14 mil habitantes, o município do Samba-Cajú é potencialmente agrícola, tal como da Banga, que possui cerca de oito mil habitantes.