News & Announcements

07/03/2013: Presidente da IHF quer Angola no topo mundial da modalidade

Presidente da IHF quer Angola no topo mundial da modalidade

Luanda - Angola tem potencial desportivo, particularmente a nível da selecção sénior feminina de andebol, para alcançar o topo em campeonatos do mundo e Jogos Olímpicos dentro de três anos, afirmou hoje (quinta-feira) o presidente da Federação Internacional de Andebol (IHF), o egípcio Mustafa Hassan.

O dirigente desportivo falava à imprensa após uma audiência, em Luanda, com vice-presidente da República, Manuel Vicente.

Mustafa Hassan, que terminou hoje a visita de quatro dias, na perspectiva de Angola organizar campeonato africano sénior e um mundial, entre 2015 e 2016, disse que para o efeito bastará as autoridades desportivas do país e a IHF trabalharem em conjunto, fazendo cada um a sua parte.

“A nossa meta é os Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro. Se todos trabalharmos juntos, cada um fazendo a sua parte, tenho a máxima certeza que alcançaremos êxitos dentro de três anos”, frisou.

Mustafa Hassan deu a conhecer que a sua organização vai ajudar em vários domínios, com destaque para a disponibilização de técnicos para trabalhos na formação.

Sobre a audiência com vice-presidente da República, Manuel Vicente, o egípcio afirmou ter saído com a certeza de que se trata de um homem do desporto e que o governo tem total disponibilidade em apoiar, particularmente
a modalidade de andebol.

“Ao longo da minha estadia em Angola mantive vários encontros com autoridades governamentais e hoje, após audiência com o vice-presidente, tenho a certeza que o desporto tem merecido todo apoio”, frisou.

Desde segunda-feira na capital do país, a delegação da qual faz parte o beninense Aremou Manserou, presidente da Confederação Africana de Andebol (CAHB), trabalhou com as direcções do Comité Olímpico Angolano (COA) e
da Federação Angolana de Andebol (FAAND).

Manteve também encontro com o ministro da Juventude e Desportos, Gonçalves Muandumba, e visitou a direcção dos clubes Petro de Luanda e 1º de Agosto.