News & Announcements

09/01/2013: Angola assume lugar no Banco Mundial

Angola assume lugar no Banco Mundial

Washington  - O assento de Angola na reunião do Conselho Executivo da organização de Bretton Woods (Banco Mundial), que integra os presidentes e os directores executivos, foi oficialmente assumido ontem terça-feira pela antiga ministra do Planeamento, Ana Dias Lourenço, indicada ao cargo pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos.

A cerimónia teve lugar na sede do Banco Mundial, em Washington, D.C.

Ana Dias Lourenço assume por dois anos o cargo de directora Executiva Temporária da 25.ª  constituência, da qual fazem parte Angola, Nigéria e África do Sul, cumprindo assim um novo mandato de dois anos, em substituição de Mansur Muhtar, antigo ministro das Finanças da Nigéria, que rendeu Renosi Denise
Mokate, da África do Sul, no cargo de director Executivo daquele fórum do Banco Mundial (BM).

Fundada em Novembro de 2010 para dar resposta ao crescimento e ao peso económico destes três países, esta constituência teve Renosi Mokate como a sua primeira directora Executiva. Até àquela data, estes três países faziam parte de uma constituência composta por 23 países da África subsaariana.

A passagem formal do testemunho aconteceu em Tóquio, Japão, no termo da reunião anual do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional (FMI), que decorreu de 8 a 13 de Outubro de 2012.

Ana Dias Lourenço é formada em Economia pela Universidade António Agostinho Neto e possui formação complementar em Gestão, Análise e Avaliação de Projectos.

Do seu curriculum destacam-se ainda os cursos de Gestão de Políticas Macro-Económicas no Instituto de Desenvolvimento Económico do Banco Mundial.

No seu percurso profissional constam os cargos de chefe do Departamento de Investimentos do Ministério do Planeamento, de técnica superior responsável pelos Programas de Desenvolvimento da Província de Benguela, directora nacional e coordenadora dos Projectos de Reabilitação de Infraestruturas financiados pelo Banco Mundial.

Entre 1997 e 1999 exerceu o cargo de vice-ministra do Planeamento e foi duas vezes presidente do Conselho de Ministros da SADC, enquanto Angola assumiu a presidência da organização regional.

Foi governadora de Angola para o Banco Mundial e coordenadora nacional dos Fundos FED.

A posição ora confiada a Ana Dias Lourenço, correspondente à mesma que José Pedro de Morais ocupou no Fundo Monetário Internacional, onde foi igualmente director adjunto e director executivo de uma constituência.