News & Announcements

31/12/2012: Comandante-geral da Polícia Nacional considera proveitoso ano de 2012

Comandante-geral da Polícia Nacional considera proveitoso ano de 2012
Luanda – O ano de 2012 foi proveitoso em termos de manutenção da ordem e tranquilidade pública no país, considerou neste domingo, em Luanda, o comandante-geral da Polícia Nacional, Ambrósio de Lemos.
Falando num encontro de fim de ano com as altas patentes da corporação, o comissário-geral Ambrósio de Lemos referiu que a Polícia Nacional soube cumprir com êxito as actividades a si acometidas no exercício de 2012, principalmente no que tange ao asseguramento das eleições gerais no país.
Em breves declarações, Ambrósio de Lemos referiu que 2013 será um ano de maior responsabilidade para a instituição policial, pois que, em conjunto com os membros da sua direcção e efectivos, tudo farão para darem um combate mais cerrado à criminalidade e garantir maior tranquilidade e segurança à população.
Por outro lado, numa mensagem de fim de ano lida pelo inspector-geral da Polícia Nacional, comissário-chefe Salvador Rodrigues, enalteceu os esforços do comissário-geral Ambrósio de Lemos, para o fortalecimento dos desígnios da instituição castrense.
O inspector-geral da Polícia Nacional destacou dois momentos que marcaram o ano de 2012, nomeadamente a realização das terceiras eleições gerais no país, para quem neste evento a corporação evidenciou todo o seu exemplo de patriotismo, coragem, bravura e responsabilidade, garantindo aos cidadãos eleitores a segurança e
confiança que o momento exigia.
Já o segundo momento, segundo a fonte, tem a ver com a recondução a frente dos destinos da Polícia Nacional do comissário-geral Ambrósio de Lemos, como comandante-geral, e do comissário-chefe Paulo de Almeida como seu adjunto.
“Pelo facto e embora já com alguma extemporaneidade, porque por várias vezes fomos contrariados pelas agendas de trabalho de vossas excelências, não pudemos colectivamente fazê-lo, para dizer-vos “parabéns pela
vossa recondução à cabeça dos destinos da Polícia Nacional”, pois mereceis e sois dignos desta confiança”, notou.
O comissário-chefe Salvador Rodrigues lembrou ainda que o serviço de segurança pública prestado pelas forças policiais muitas vezes foi objecto de comentários positivos feitos por nacionais e estrangeiros de vários extractos sociais que enviaram mensagens alentadoras de encorajamento e persistência.
“Mas julgamos ser ainda imperioso continuarmos a trabalhar para o reforço da disciplina e prontidão dos nossos efectivos, por forma a brindar todos os dias um melhor serviço à nação”, concluiu.