News & Announcements

26/12/2012: Assembleia-geral e jogos paralímpicos marcam África

Assembleia-geral e jogos paralímpicos marcam Ãfrica
Luanda - A realização em Maio da assembleia-geral do Comité Paralímpico Africano, bem como a participação nos jogos paralímpicos de Setembro, em Londres, com a presença recorde de 42 países, figuram entre os destaques de 2012 da instituição, liderada pelo angolano Leonel da Rocha Pinto.
Eleito em 2010 para substituir o egípcio Nabill Salem, Leonel Pinto organizou em Angola a reunião magna do órgão e reuniu membros de 45 países, num fórum que contou com a presença do conselheiro do secretário-geral
da ONU para o desenvolvimento do desporto e paz, Wilfried Lemke.
No encontro, em que Leonel Pinto foi reconduzido para o quadriénio 2012/2016, foram aprovadas políticas para conferir maior dinâmica de trabalho, nomeadamente a alteração dos estatutos, melhoria da comunicação,
aproximação com os governos locais que resultou já na participação inédita da Namíbia em Londres.
Fundada há 25 anos, o órgão mundial do desporto adaptado organizou a presença nos jogos paralímpicos de Setembro e, pela primeira vez no seu historial, contou com a participação de atletas de 42 países.
Constitui igualmente destaque a adesão de Angola, em Novembro, à Convenção Sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência. A resolução aprovada pela Assembleia Nacional permitirá ultrapassar lacunas como por exemplo
o direito a cadeiras de rodas, a rampas nos edifícios e nos transportes
públicos.
Depois de várias acções para a ratificação do documento da ONU, Angola deixa assim a lista dos mais 40 países (13 africanos) que ainda não aderiram à Convenção, de um total de 194 estados membros.
Nos termos da convenção, adoptada pela ONU a 30 de Março de 2007, os estados reconhecem o direito deste grupo a um nível de vida adequado para si e suas famílias e garante-lhes igualdade na participação na vida
política, pública, cultural e desportiva.
Na sequência, em Março de 2013, Leonel Pinto e o conselheiro do secretário-geral da ONU para o desenvolvimento do desporto e paz, Wilfried Lemke, farão visitas aos países que ratificaram à Convenção para aferir o cumprimento das cláusulas.
O Comité Paralímpico Africano perspectiva organizar no mês de Fevereiro, em Angola ou na África do Sul, a reunião da Comissão Executiva.
Em termos de infra-estruturas, a instituição continental do desporto adaptado terá a sede no edifício onde vai funcionar a galeria do desporto, em fase de conclusão no complexo da Cidadela desportiva.