News & Announcements

26/12/2012: Ministério da Defesa em 2013 vai imprimir maior dinamismo

Ministério da Defesa em 2013 vai imprimir maior dinamismo
Luanda - O ministro da Defesa Nacional, Cândido Pereira Van-Dúnem, anunciou hoje, em Luanda, que em 2013 a instituição por si dirigida vai imprimir maior dinamismo nas acções e actividades a todos os níveis.
"Vamos exigir por isso uma participação mais activa e responsável na execução das tarefas que nos estão incumbidas por lei, no sentido de preservarmos o bom-nome granjeado por este ministério e pelas Forças Armadas
Angolanas (FAA) no seio da nossa sociedade", referiu o titular da pasta da defesa.
As declarações do ministro foram proferidas logo após ter recebido cumprimentos de fim de ano dos seus principais colaboradores, cerimónia realizada hoje, na sala de conferências "28 de Agosto", no comando do Exército.
Cândido Van-Dúnem salientou que os países só são grandes e respeitados quando conseguem manter intactas a sua independência e a sua soberania.
Nesta perspectiva, salientou que "devemos continuar a cumprir com o espírito patriótico e incondicional a nossa missão primordial, que é a de preservar a inviolabilidade do nosso território contra qualquer ameaça, seja ela
interna ou externa".
Referenciou que Angola está numa rápida e profunda transformação, tanto no domínio económico e social como no institucional.
Neste âmbito, o governante frisou que " é preciso, por isso, estruturas fortes e dinâmicas para a consecução dos nossos objectivos, através de um profundo exercício de estudo, reflexão, honestidade, humildade,
unidade e coesão".
Para Cândido Van-Dúnem "as tarefas daqueles que labutam no Ministério da Defesa e nas FAA são grandes, diversas e complexas, pelo que somos chamados a colocar toda a inteligência e energia ao serviço da estabilidade,
segurança, paz e unidade nacional".
Assim sendo, prosseguiu, "cada um de nós, na sua "trincheira" tem de primar pela organização, pelo rigor e pela disciplina, pois são essas virtudes, que devem conformar o nosso comportamento perante os desafios da pátria".
O ministro defendeu a necessidade de se prestar muita atenção à organização, à boa governação e à transparência dos actos de gestão, definindo detalhadamente os orçamentos e os mecanismos de sua implementação e controlo,
para que a sua execução possa ser efectiva e eficiente.
Destacou ainda os ganhos alcançados em 2012 pela instituição que dirige e pelas FAA, fundamentalmente no concernente a melhoria das condições de vida e de trabalho dos efectivos militares e trabalhadores civis.
Em matéria de defesa nacional e Forças Armadas, ainda na esteira de 2012, Cândido Van-Dúnem fez saber que foram incrementadas acções para o desenvolvimento de uma mentalidade de defesa nacional conducente à
consolidação deste pressuposto de salvaguarda da soberania angolana.
A parte final da cerimónia foi marcada por um almoço de confraternização a que se juntou um acto recreativo cultural, que contou com a presença do chefe do Estado Maior General das FAA, general de exército Geraldo
Sachipengo Nunda, generais, almirantes e oficiais superiores e subalternos e trabalhadores civis do ministério da Defesa Nacional.