News & Announcements

16/11/2012: FED disponibiliza mais de três biliões de kwanzas para apoiar sector da Saúde

FED disponibiliza mais de três biliões de kwanzas para apoiar sector da Saúde
Luanda – O Décimo Fundo Europeu de Desenvolvimento (FED) disponibilizou hoje, através de um acordo rubricado, em Luanda, entre o Ministério do Planeamento e do Desenvolvimento Territorial e a União Europeia, três biliões e duzentos e cinquenta milhões de kwanzas, para o programa de apoio ao sector da Saúde.
O montante vai ajudar o Ministério da Saúde no reforço da capacidade institucional do Sistema Nacional de Saúde aos niveis nacional, provincial e municipal, melhoria do acesso e da qualidade dos serviços municipais, com enfoque especial nos cuidados materno-infantis, nas províncias de Benguela, Bié, Huambo, Huíla e Luanda.
O acordo, que contou com a presença do ministro da Saúde, José Van-Dúnem, foi rubricado pelo ministro do Planeamento e do Desenvolvimento Territorial, Job Graça, e o embaixador da União Europeia, Javier Puyol.
De acordo com Job Graça, o programa de apoio ao sector da Saúde tem como objectivo contribuir para melhorar as condições de saúde da população, especialmente mulheres e crianças.
“O programa vai reforçar as capacidades a nível central do MINSA, consubstanciado no planeamento estratégico e operacional, bem como na orçamentação e organização do sistema de saúde, incluindo formação e gestão de
recursos humanos”, referiu.
Já o embaixador da União Europeia, Javier Puyol, disse que o acordo visa elevar a um novo patamar o relacionamento entre Angola e a União Europeia, através do aprofundamento do diálogo político e da cooperação
bilateral em áreas de interesse comum, reconhecendo o papel crescente de Angola no plano regional e internacional e a importância do reforço do relacionamento bilateral.
“O programa que se assinala hoje faz parte da estratégia de cooperação multisectorial entre Angola e a União Europeia, tradicionalmente chefiada pelo ministro do Planeamento e Desenvolvimento Territorial e ordenador nacional do Fundo Europeu de Desenvolvimento”, disse Javier Puyol.