News & Announcements

05/11/2012: Ministro apela especialistas a desenvolverem investigação militar

Ministro apela especialistas a desenvolverem investigação militar
 
Luanda - O ministro da Defesa Nacional, Cândido Pereira Van-Dúnem, apelou hoje, segunda-feira, em Luanda, aos membros da Direcção de História e Investigação Militar a promoverem acções para o desenvolvimento e conhecimento do que é o património espiritual e material das Forças Armadas Angolanas (FAA).
 
Para se materializar este desiderato, o titular da pasta da Defesa, aconselhou aos especialistas em história e investigação militar a fazerem uma inventariação completa, estudo sistematização e divulgação desta matéria.
Cândido Van-Dúnem fez estes pronunciamentos na cerimónia que marcou a abertura hoje, nesta capital, do Simpósio de Investigação Militar, organizado pelo Estado Maior General das FAA, onde durante dois dias serão abordados temas ligados a investigação de Defesa Nacional da República de Angola.
 
"Isto implica um esforço sério de pesquisa científica e a mobilização de quadros que se dediquem integralmente a esta tarefa, com profissionalismo que se impõe", referiu.
 
O ministro defendeu que um dos problemas de base que a investigação militar deve resolver à partida é a construção da história militar angolana, desde os tempos do passado até os dias actuais.
 
De acordo com Cândido Van-Dúnem, "a história militar nacional ainda está por ser sistematizada recorrendo à metodologia de investigação científica".
 
Contudo, salientou, ela existe no seu estado potencial, seja na forma de testemunhos materiais por decifrar, seja na forma de relato, factos militares singulares ou isolados pelos seus protagonizadores ainda vivos, seja ainda pela descrição literária feita por poetas ou escritores ou ainda nas formas pouco teorizadas por estudiosos independentes que associam o fenómeno militar angolano à outros do mundo.
 
Para o titular da pasta da Defesa, "este simpósio assume uma importância especial, na medida em que constitui um momento de reflexão profunda sobre caminhos que a história e a investigação militar devem trilhar à luz daquilo que está plasmado na Lei de Defesa Nacional e das FAA e no cumprimento da orientação superior do Presidente da República e Comandante-em-Chefe das Forças Armadas Angolanas, José Eduardo dos Santos.
 
O encontro tem como objectivo capacitar os quadros de conhecimentos sobre investigação militar, difundir experiências de investigação, reflectir sobre a necessidade de implementação de investigação militar, e projectar uma investigação de defesa nacional que contribua para o crescimento e desenvolvimento do país.
 
Durante o simpósio os participantes tomarão conhecimentos de como a Rússia, Portugal, Brasil e Cuba se encontram organizados neste domínio (Investigação Militar).
 
As dissertações serão feitas por especialistas nacionais e estrangeiros, ligados a esta importante temática.
Testemunharam o acto de abertura, a ministra da Ciência e Tecnologia, Maria Cândida Teixeira, o ministro do Ensino Superior, Adão do Nascimento, chefe do Estado Maior General das FAA, general do Exército Geraldo Sachipengo Nunda, oficiais generais e almirantes da alta hierarquia dos três ramos das Forças Armadas Angolanas, designadamente, Exército, Força Aérea e Marinha de Guerra.