News & Announcements

08/07/2012: Angola tem ambiente e estabilidade para a economia crescer

Angola tem ambiente e estabilidade para a economia crescer

Luanda - O ministro da Geologia e Minas e da Indústria, Joaquim David, afirmou em Luanda, no Pólo Industrial de Viana, PIV, que há no país confiança, clima de paz, ambiente e estabilidade macro-económica para que a economia cresça.

Em declarações à imprensa, no fim das inaugurações no quilómetro 30 e no Piv, Joaquim David afirmou que o Governo desenvolve, neste momento, um programa que visa a criação de incentivos para o empresariado nacional.

“Tradicionalmente o país tem exportado madeira em bruto, e o facto de termos verificado a capacitação de uma empresa de direito angolano a fazer mobília de qualidade para exportação, é motivo de satisfação, “afirmou o ministro.

Informou que o Executivo possui um programa na fileira de madeira que visa a capacitação das companhias nacionais neste domínio, ao mesmo tempo que está na fase final de preparação de incentivos económicos (apoio bancário e do Estado).

“O país está em formação e estamos convencidos de que mais cedo ou mais tarde vamos chegar onde queremos”.

Relativamente ao peso que o sector da indústria representa na economia de país, o governante frisou que será sempre insuficiente, pois, adiantou, os países crescem e há sempre uma explosão demográfica principalmente em África, de forma que, é necessário que haja um crescimento económico para fazer um paralelismo a essa
explosão demográfica.

“Nós estamos satisfeitos com os índices de crescimento de Angola. Em termos estatísticos mundiais não são índices pequenos”, sublinhou.

Joaquim David referiu que o país tem uma história recente de décadas de estagnação e até de retrocesso, adiantando que os investimentos de Angola serão sempre aquilo que os angolanos querem em função das suas ambições e necessidades.

“É verdade que são passos significativos, mas nós queremos mais”, enfatizou o ministro angolano.