News & Announcements

01/07/2012: Selecção feminina com atenção especial à defesa para Londres2012

Selecção feminina com atenção especial à defesa para Londres2012
Luanda- A capitã da selecção nacional fez uma avaliação positiva até ao momento da preparação para os jogos olímpicos e apontou para a derradeira etapa maior trabalho com os aspectos defensivos tendo em conta as
suas adversárias que terá em “Londres2012”, que iniciam no dia 27 deste mês.
Falando à Angop, em Luanda, para avaliar o estado da preparação com vista a estreia no maior evento desportivo mundial, Nacissela Maurício sublinhou que os treinos estão a correr bem e espera que a ponta final seja da mesma forma.
“Temos estado a treinar bem. Fizemos agora um bom torneio (na China) e deu para tirar ilações do que será a nossa competição em Londres. E agora temos cerca de um mês para trabalharmos sobre os erros que cometemos, bem como nas dificuldades que encontramos”, disse a jogadora MVP de África.
Apontou como pontos com necessidades de maior trabalho o balanço defensivo e bloqueios sobretudo da tabela na defesa.
“Sabemos que vamos encontrar nos jogos olímpicos jogadoras muito mais altas do que nós e mais pesadas. Daí a necessidade de trabalharmos muito os aspectos defensivos e os ressaltos na nossa tabela”, afirmou a polivalente jogadora do 1º de Agosto.
Referiu que no torneio na China tiveram oportunidade de jogar com a equipa da casa, que integra o grupo nos jogos olímpicos e isso foi benéfico para aferir a capacidade competitiva e antever que oponentes Angola terá em Londres.
Nacissela Maurício disse acreditar numa “boa campanha” na estreia mundial: “Acho que é possível fazermos uma boa campanha. Basta estarmos bem concentradas e fazermos muito mais do que elas”, declarou.
Acrescentou que têm conhecimento de que enfrentarão adversárias mais altas e mais pesadas por isso, disse que terão de trabalhar na forma de contrapor.
Uma vez que somos mais baixas e mais leves que elas, somos mais rápidas, então temos de aproveitar as nossas potencialidades para fazer as enfrentar e obter bons resultados”, frisou a capitã.
Para a MVP do último Afrobasket, uma “boa campanha” passa por fazer jogos “equilibrados”, e “não perder por uma diferença de muitos pontos”, o que no seu entender seria não consentir uma diferença superior a10-15 pontos.
Lembrou que depois de uma derrota por 20 pontos diante da China no recente torneio de preparação, o segundo encontro com a mesma selecção Angola perdeu por nove e em certos períodos do jogo esteve em vantagem.
Para a fase seguinte, que prevê um estágio e um torneio numa cidade de Inglaterra antes de entrarem para a vila olímpica, disse esperar um estágio muito bem preparado, estando bem alojadas para estarem concentradas na
preparação. “Estamos informadas que está tudo preparado, com boas condições para fazermos um bom torneio e posteriormente prosseguir a preparação até aos Jogos”.
As integrantes da selecção nacional de basquetebol feminino participaram da marcha olímpica alusiva ao dia do olimpismo (23 de Junho) realizada sábado em Luanda. Na noite do mesmo dia, participaram na cerimónia oficial de despedida das missões olímpica e paralímpica, na presença do vice-presidente da República, Fernando da Piedade Dias dos Santos.