News & Announcements

23/06/2012: Ministro do Interior enaltece modernização do SME

Ministro do Interior enaltece modernização do SME

Luanda - O ministro do Interior, Sebastião Martins, enalteceu em Luanda, os investimentos feitos em novas tecnologias ao nível do Serviço de Migração e Estrangeiros (SME), passando pela requalificação e valorização dos recursos humanos e instalações mais próximas do cidadão.
O governante, que falava no acto central alusivo às comemorações do 33º aniversário do seu pelouro, disse que o plano de modernização e excelência do SME apresentou-se como uma das iniciativas mais abrangentes da instituição, contribuindo para actuação multidisciplinar em vários campos.
Segundo o ministro, o referido plano, que se prolongará pelo exercício de 2012, passa por uma renovação da imagem corporativa do órgão, associada a uma melhor comunicação com os utentes e oferta de serviços electrónicos de qualidade, reduzindo assim a necessidade de deslocação física dos cidadãos ao órgão e o tempo de espera.
Sebastião Martins destacou também a criação de instalações que reforçam a promoção do respeito pelos direitos e garantias dos cidadãos estrangeiros em situação ilegal impedidos de entrar no país ou em vias de repatriamento, mormente os centros de detenção de estrangeiros ilegais.
Segundo o ministro, a construção de tais infra-estruturas permitiu o melhoramento das condições dos estrangeiros em trânsito e estadia ilegal.
Por outro lado, o titular da pasta do Interior revelou que a emissão do passaporte electrónico, com elementos de identificação biométrica, cumprirá um desígnio muito ambicionado, o de harmonizar os procedimentos de
emissão e fiscalização documental com as melhores práticas a nível mundial e prevenir de forma mais eficaz as tentativas de fraude.
Quanto aos serviços de Protecção Civil e Bombeiros, a fonte sublinhou que o trabalho deste órgão aliou-se a um esforço de sensibilização da população para os riscos de incêndios em zonas balneares e rurais, das qualificações dos efectivos para a prevenção e actuação em cenários de combustão
orgânica.
Já na área balnear destacou o programa "Praias Seguras de Angola" que, a seu ver, irá a médio prazo revolucionar a vivência das praias costeiras, fluviais e lacustres do país, através de um combate sem tréguas ao risco de afogamento, de um reforço de vigilância e dos meios técnicos de intervenção.