News & Announcements

13/06/2012: Cooperação intra-comunitária vai fortalecer o desempenho no espaço CPLP

Cooperação intra-comunitária vai fortalecer o desempenho no espaço CPLP
Luanda - A ministra do Ensino Superior e de Ciência e Tecnologia, Maria Cândida Teixeira, disse em Luanda, que a cooperação intra-comunitária vai fortalecer o desempenho no espaço CPLP, bem como dar resposta a formação dos recursos humanos.
A governante, que discursava na abertura da reunião de ministros do sector na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), fez saber que o encontro vai também facilitar a contribuição da ciência, na resolução dos problemas das sociedades e responder positivamente a problemática das alterações climáticas.
De acordo com a ministra, há três anos os Estados membros manifestaram na reunião extraordinária de Lisboa, Portugal, uma agenda que incluía acções de interesse comum em áreas como a agricultura e avaliação independente de instituições e cursos de ensino superior no espaço CPLP.
Neste encontro, acrescentou, foi observado ainda o desenvolvimento dos sistemas de observação da terra, o inventário de recursos naturais e a previsão do clima, assim como a formação avançada e a mobilidade de
recursos humanos (docentes, investigadores, estudantes e técnicos administrativos.
Os indicadores de ciência, tecnologia e inovação, o reforço da cultura científica e tecnológica e o acesso livre ao conhecimento científico foram outras questões debatidas.
"Neste contexto, ao sairmos desta reunião ministerial é importante que se gizem acções que permitam efectivamente reforçar a implementação das resoluções saídas de reuniões anteriores e ampliar a cooperação em áreas como a de política de ciências e tecnologia e inovação e no ensino superior, particularmente", disse.
Segundo a titular da pasta, o encontro deve incentivar a criação de equipas de investigação científica conjuntas e o funcionamento e desenvolvimento tecnológico em rede.
Para si, o encontro tem particular importância por realiza-se em vésperas dos trabalhos das Nações Unidas sobre o desenvolvimento sustentável "Rio + 20", que entre outras temáticas terá uma abordagem importante sobre a
contribuição da ciência no crescimento socioeconómico, prevenção e mitigação de problemas ambientais.
Como é voz corrente e unânime em todo mundo, frisou, a ciência e tecnologia constituem a chave para melhorar a competitividade e a qualidade de vida com a finalidade de se encontrar a resposta positiva e pronta para com urgência se efectuar a "transição à economia verde", constituindo esta questão um dos temas centrais deste fórum mundial.
Tendo concluído que para que o ensino superior e as aplicações da ciência e tecnologia possam produzir retornos significativos para o desenvolvimento humano e crescimento económico no espaço CPLP, é fundamental que se reforce o investimento nestas matérias para um nível que no mínimo vá de encontro às recomendações da UNESCO.