News & Announcements

03/06/2012: Feira internacional de Tecnologias Ambientais encerra com resultados positivos

Feira internacional de Tecnologias Ambientais encerra com resultados positivos
Luanda - A 2ª Edição da Feira Internacional de Tecnologias Ambientais, que contou com a presença de 106 expositores, entre nacionais e estrangeiros, encerrou no final da tarde deste domingo, com o alcance de resultados positivos,
Sob lema “ Energias Sustentáveis e Água para todos”, este evento permitiu a troca de experiência entre investidores, bem como perspectivar acções futuras no ramo das tecnologias ambientais em Angola, de acordo com o director Nacional de Tecnologias Ambientais do Ministério do Ambiente, António Matias.
Segundo ele, a aposta nas tecnologias ambientais consta dos compromissos assumidos ao nível internacional por parte de Angola, uma acção que vai precisar a transferência de tecnologias e no “know how” para que o uso destes meios seja expandido nas mais diversas regiões de Angola.
Com os equipamentos e sistemas ligados às energias renováveis expostos, neste evento, António Matias acredita que a expansão da sua utilização pode contribuir de forma significativa na melhoria da qualidade
do ambiente, sobretudo, no que se refere as energias limpas.
António Matias enalteceu a participação dos expositores, fundamentalmente dos estrangeiros que buscam parcerias em Angola com a realização deste evento.
O Banco Privado Atlântico privado também se fez presente neste evento, justamente para abrir oportunidades aos empresários que queiram investir no ramo das tecnologias ambientais no país.
No quadro das suas responsabilidades sociais, o gestor da direcção da banca de empresas do referido campo, Rómulo Pegado, disse que há muito que contribuem na protecção do ambiente e que a sua instituição continua aberta para as empresas que queiram investir neste ramo de tecnologias ambientais em Angola.
“Somos uma empresa que se preocupam com a protecção do ambiente e  participamos em projectos ligados a este ramo e louvamos a realização deste evento que demonstra quanto a sociedade está preocupada com a protecção do planeta terra”, disse.
O uso das tecnologias ambientais em Angola ainda está numa fase embrionária , mas com a presença de
empresas que investem neste ramo é muito positivo , visto que o país dispõe de recursos naturais para o efeito.
Com uma maior atracção de visitantes em relação aos dois primeiros dias, no recinto já se fala da 3ª edição que vai
decorrer em 2012.
Esta   2ª Edição foi marcada , sábado a noite, com entrega de galardões  às instituições públicas e privadas que
continuam engajados na promoção das tecnologias ambientais em Angola, numa cerimónia testemunhada pela titular da pasta, Maria de Fátima Jardim e convidados.