Press Release

28/04/2012: ANGOLANOS PARTICIPAM NAS REUNIÕES DE PRIMAVERA DO BM E FMI



EMBASSY OF THE REPUBLIC OF ANGOLA

2100-2108 16th STREET N.W. WASHINGTON, DC  20009

TEL: (202) 785-1156 . FAX: (202) 785-1258/822-9049

 

Washington, 24/04/12 - A delegação angolana que participou, de 16 a 23 de Abril de 2012, em Washington, nas reuniões anuais de primavera do Banco Mundial (BM) e do Fundo Monetário Internacional (FMI), reuniu-se com a equipa daquela instituição que trabalha em Angola.

Com a equipa do BM, a delegação angolana passou em revista a nova estratégia de cooperação com a
instituição e o estado de implementação dos projectos em Angola, nomeadamente nos sectores da saúde, agricultura, águas e apoio à gestão macro-económica.

Angola que esteve presente no encontro com o Comité de Desenvolvimento do Banco Mundial como observador, e manteve também encontros com países do Golfo Pérsico, Koweit e Bahrein, para troca de experiências, e com a vice-presidente da Direcção África do Banco Mundial com o objectivo principal de analisar a estratégia e futuro da sua cooperação.

Chefiada pelo embaixador extraordinário e plenipotenciário de Angola nos Estados Unidos da América, Alberto do Carmo Bento Ribeiro, a delegação angolana integrou José Carlos Neto, director do Gabinete de Integração Económica Regional e Cooperação para o Desenvolvimento do Ministério do Planeamento, Alexandre Pedro Manuel, técnico superior do Gabinete de Estudos de Relações Internacionais do Ministério das Finanças, bem como os representantes da ANIP e Comercial nos EUA e diplomatas em missão neste  país.

Anualmente, o BM e o FMI organizam as reuniões de primavera, com o objectivo de discutir os diferentes problemas ligados à redução da pobreza e ao desenvolvimento económico internacional e avaliar o programa de trabalho das duas instituições.

O evento contou com a participação de ministros de cerca de 185 Governos, não apenas membros do Conselho de governadores do Banco e do Fundo, mas igualmente representantes oficiais dos governos, representantes de agências doadoras, académicos, representantes da sociedade civil e jornalistas.

Durante a reunião do Comité de Desenvolvimento do Banco foram discutidas questões ligadas à protecção social nos momentos de crise. Foi consenso de que os países em desenvolvimento têm de criar estruturas sistematizadas a fim de preservarem os mais pobres do impacto das mudanças climáticas e outros desastres.

Inovações para o desenvolvimento do sector privado e a agenda de modernização da instituição a fim de que a mesma possa tornar-se uma estrutura mais inovativa para melhor responder às necessidades dos países membros e a necessidade de um acompanhamento global, através de relatórios periódicos de avaliação dos
esforços que os países em desenvolvimento estão a fazer para atingir os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM) foram assuntos igualmente discutidos.

A decisão mais importante foi tomada na reunião do Comité do FMI, que propôs um incremento dos recursos financeiros da instituição em mais de 430 bilhões de dólares, para fazer face aos riscos sistémicos, ou seja, de crise, algo que já vinha sendo advogado por algum tempo.



Press Sector

Embassy of Angola to the USA

Washington, D.C.