News & Announcements

28/04/2012: Empossado novo vice-decano da Faculdade de Economia da UJES

Empossado novo vice-decano da Faculdade de Economia da UJES

Huambo -  O professor universitário Riquelme Graciano Chicomo foi empossado esta quinta-feira, na cidade do Huambo, para exercer as funções de novo vice-decano para área académica da Faculdade de Economia, da Universidade José Eduardo dos Santos (UJES).

Riquelme Graciano Chicomo, nomeado no princípio deste mês, substitui  Jorge Gomes Mangrinha, que pediu demissão por razões de saúde.

Ao intervir no acto, o reitor da Universidade José Eduardo dos Santos (UJES), Cristóvão Simões, apelou empenho e muita dedicação ao recém-empossado, para que o trabalho da sua equipa possa satisfazer as expectativas da reitoria e dos estudantes.

"O novo vice-decano deve encarar estas novas funções com exemplo e humildade e fazer-se aconselhar, visto que fazer perguntas e pedir conselho não significa fraqueza, até, pelo contrário, isto constitui um símbolo
indissolúvel para a sabedoria da pessoa humana", aconselhou.

Por sua vez, Riquelme Graciano Chicomo, docente da Faculdade de Economia desde 2010, jurou fidelidade à pátria e comprometeu-se cumprir com zelo e dedicação as funções para as quais foi empossado, defendendo sempre com zelo os interesses do Estado.

A Universidade José Eduardo dos Santos , com sede no Huambo, foi criada em 2009 no quadro do decreto 7/09 de 12 de Maio do Conselho de Ministros, que estabelece a reorganização da rede de instituições de ensino
superior público, a criação de novas instituições de ensino superior e o redimensionamento da Universidade Agostinho Neto, até então a única universidade pública em funcionamento no país.

A UJES, afecta à 5ª região académica de Angola, abarca as províncias do Bié e Moxico, controlando as Faculdades de Medicina Humana, Ciências Agrárias, Medicina Veterinária, Economia e Direito, todas na província
do Huambo, assim como o Instituto Superior Politécnico.

Na província do Bié está em funcionamento a Escola Superior Politécnica, tal e qual na província do Moxico. A referida universidade tem uma população estudantil estimada em, pelo menos, 3500 discentes que frequentam
cursos diversos de licenciatura.