News & Announcements

29/03/2012: Executivo aprova projectos para aumento da oferta de energia eléctrica e água

Executivo aprova projectos para aumento da oferta de energia eléctrica e água

Luanda - O Executivo aprovou um conjunto de diplomas que visam aumentar a oferta de energia eléctrica em Luanda e de água potável às populações em todo o País, indica o comunicado de imprensa da 3ª sessão ordinária do Conselho de Ministros.

Orientada pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos, o Conselho de Ministros aprovou assim o Plano de Contingência para a Província de Luanda que visa melhorar a qualidade de fornecimento de energia
eléctrica em Viana, com a instalação de uma central eléctrica de 40 MW; no Morro Bento, com duas turbinas a gás com a capacidade unitária de 25 MW e, no Zango, com uma central eléctrica de 20MW.

Do Plano, segundo a nota, consta igualmente a instalação de grupos geradores na Estação de Tratamento de
Água de Kifangondo e nos Centros de Distribuição de Água do Marçal, do Cazenga e do Golfe.

Informa que foram também aprovados o projecto e o contrato para o desvio do rio Kwanza, com vista ao Aproveitamento Hidroeléctrico do Laúca, na Província do Kwanza Norte, um contrato para a execução das acções
complementares ao reforço dos sistemas de abastecimento de água às cidades do Dundo e de Saurimo, respectivamente, nas Provincias da Lunda Norte e da Lunda Sul.

Aprovou igualmente um projecto para a realização de estudos, construção e montagem de uma Estação de Tratamento de Água compacta, em Capari, na Nova Centralidade do Dande, na Província do Bengo.


Outro Projecto aprovado prende-se com a reabilitação e duplicação do Centro de Distribuição de Água da Maianga, na Província de Luanda.

Ainda neste domínio, o Conselho de Ministros apreciou o Decreto Presidencial que aprova a repristinação do diploma que cria o Gabinete de Aproveitamento do Médio Kwanza (GAMEK), com o objectivo de repor o seu
anterior regime jurídico, revogando assim os actos administrativos de criação das empresas SOCEL E.P. e GAMEK Instalações Eléctricas E.P., lê-se no comunicado de imprensa.