News & Announcements

06/03/2012: Empossados presidentes das comissões provinciais eleitorais

Empossados presidentes das comissões provinciais eleitorais
Luanda - Os presidentes das comissões provinciais eleitorais tomaram posse hoje, terça-feira, em Luanda, em cerimónia orientada pela presidente da Comissão Nacional Eleitoral, Susana Inglês.
Após o juramento de fidelidade à pátria, empenho nas tarefas a si atribuídas e respeito pela Constituição, os dezoito responsáveis foram instados, pela presidente da CNE, a trabalhar de forma eficaz.
Susana Inglês aconselhou os responsáveis, que têm a missão de conduzir as eleições gerais deste ano, a não desanimarem diante das adversidades, bem como solicitou o seu engajamento na execução das suas
tarefas.
A responsável incentivou-os a ultrapassarem de forma  serena as dificuldades que forem surgindo, devendo para o efeito manter-se vigilantes e afinar os métodos de trabalho conjunto.
Susana Inglês pediu aos presidentes das comissões provinciais eleitorais a terem sempre presente o juramento que proferiram em todos os momentos em que estiverem a desenvolver "tão espinhosa missão".
"É caso para dizer bem-vindos a bordo do navio que a muito se fez ao mar turbulento do processo eleitoral, mas não teimais porque este barco poderá chegar a bom porto com trabalho, disciplina e vigilância",
asseverou.
Explicou que a vigilância que propugna não é para andar inquieto, mas somente para afinar os meios e métodos de trabalho, através da interacção das tarefas com os outros membros da equipa e tomando a medida
exacta.
Os membros das comissões provinciais e municipais eleitorais foram designados na última quarta-feira, em sessão ordinária da Assembleia Nacional.
A comissão provincial eleitoral é composta por dezassete membros, um magistrado judicial, que a preside, oriundo de qualquer órgão, escolhido na base de concurso curricular e designado pelo Conselho Superior da
Magistratura Judicial.


Os restantes dezasseis são cidadãos designados pela Assembleia Nacional, por maioria absoluta dos deputados, sob propostas dos partidos políticos, obedecendo os princípios das maioria e minorias
parlamentares.