News & Announcements

01/03/2012: Presidente da República rende homenagem a Diógenes Boavida

Presidente da República rende homenagem a Diógenes Boavida

Luanda - O Presidente da República, José Eduardo dos Santos, rendeu em Luanda, homenagem ao antigo ministro do Governo angolano e ex-deputado à Assembleia Nacional, Diógenes Boavida,  falecido domingo, em
Lisboa, vítima de doença.

O Chefe de Estado angolano, juntamente com eminentes personalidades da vida política, económica e social do país, depois de escutar o Hino Nacional, prostrou-se junto à urna colocada no átrio principal da Liga Angolana de Amizade e Solidariedade com os Povos (LAASP).

Com 84 anos de idade Diógenes Boavida foi deputado à Assembleia Nacional na primeira legislatura e antigo ministro da Justiça do primeiro governo emanado após a proclamação da Independência Nacional, a 11 de Novembro de 1975.

À jornalistas presentes no local, o vice-presidente do MPLA, Roberto de Almeida, considerou o falecido como um “verdadeiro nacionalista”.

Referiu que Diógenes Boavida  “esteve antes da independência a defender alguns dos nossos presos políticos” e depois veio a integrar a delegação que foi ao Alvor para discutir com o governo português as modalidades
para o fim da colonização de Angola.

Por seu lado, o juiz do Tribunal Supremo, Augusto Caetano de Sousa, asseverou que o falecido “construiu uma parte deste país”, fazendo alusão ao facto deste ter sido político, jurista e humanista.

Em sua opinião “foi uma perda que temos e sentimos como angolanos".

Já o secretário do Presidente da República para os Assuntos Parlamentares, Francisco Queróis, descreveu Diógenes Boavida como um “grande político, governante e humanista”.

“Na verdade foi um homem que serve de exemplo para todos nós que somos de uma geração posterior”, disse o jurista.

Diógenes Boavida cessou, em Agosto de 2005, a vida política activa por razões de saúde.

Na altura, a Assembleia Nacional expressou, numa resolução, “o mais vivo reconhecimento, pelo empenho, dedicação, zelo e brilhante serviço”.