News & Announcements

26/02/2012: Encerrou primeira feira nacional da banana em Caxito

Encerrou primeira feira nacional da banana em Caxito

Caxito - Encerrou a primeira feira nacional da banana que iniciou sexta-feira em Caxito, província do Bengo, sob o lema “Banana de Angola, orgulho nacional”,
Na cerimónia de encerramento o governador da província do Bengo, João Bernardo de Miranda, afirmou que a banana de Angola tem potencial para competir nos mercados internacionais.
“A banana é um fruto de consumo milenar a escala do mundo. Uma vez incentivada a sua produção em grande escala, cuidada e protegida, a banana de Angola está em condições de competir nos mercados internacionais. Ela
pode levar as cores do nosso país bem longe quanto o petróleo”, sublinhou o governante.
"Queremos despertar o interesse pela produção da banana, dadas as suas múltiplas propriedades nutrientes e pelo seu alto valor comercial", fez questão de sublinhar.
João Miranda felicitou os agricultores pelos troféus conquistados nesta feira, particularmente os camponeses pela capacidade que vêem demonstrando ao não se deixar intimidar pelas ondas de dificuldades com que se
debatem no seu dia-a-dia.
Enalteceu o trabalho da organização do evento e lamentou a ausência de colaboração da Feira Internacional de Luanda (FIL), cuja experiência de realização deste tipo de certame poderia ter dado maior performance à feira
da banana.
Participaram no certame expositores das províncias do Kwanza Norte, Bengo, Benguela, Zaire, Uíge, Kwanza Sul, Malanje e Luanda, com produtos agrícolas e 42 expositores com maquinarias empregues na actividade agrícola.
A feira constituiu-se sobretudo numa oportunidade de negócios para os diferentes expositores presentes, mas também uma ocasião para trocar experiência com gente do ramo que opera em regiões diferentes de Angola.
Destaque para a visita do ministro da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas, Afonso Pedro Canga, que afirmou que toda a banana consumida no país é produzida localmente.
Já o ministro da Economia, Abraão Gourgel, que visitou o evento no sábado, disse que a primeira feira nacional da banana tem um grande impacto na produção interna do país.
Segundo o ministro, o país poderá nos próximos dois anos começar a exportar banana, face os indicadores do crescimento da produção agrícola, em particular deste produto.
Alguns expositores manifestaram a sua satisfação pela realização da feira, tendo sublinhado a oportunidade para exibir os seus produtos, trocar experiência, fazer negócios e auguraram que eventos do género
sejam realizados periodicamente.