Press Release

20/07/2017: DIVERSIFICAÇÃO ECONÓMICA CORRESPONDE AOS PROPÓSITOS DO AGOA

DIVERSIFICAÃÃO ECONÃMICA CORRESPONDE AOS PROPÃSITOS DO AGOA

Luanda - O processo de diversificação económica, que o país atravessa, corresponde aos propósitos do Acto Africano de Crescimento e Oportunidades (AGOA), que visa a expansão e o aprofundamento da relação comercial entre os EUA e a África Subsaariana.

A consideração é do representante comercial de Angola nos EUA, Manuel do Nascimento Júnior, durante a reunião intercalar do AGOA/2017, que decorreu na sede da União Africana, em Washington, de 17 a 18 deste mês.

Além da expansão e o aprofundamento da relação comercial e de investimento com a África Subsaariana, a legislação do AGOA, assinada pelo ex-presidente dos EUA, Bill Clinton, em Maio de 2000, visa também incentivar o crescimento e desenvolvimento económico, bem como a integração regional na economia global.

"Os paises africanos estão preparados para apresentar um quadro socio-económico e jurídico-legal que permite desenvolver o processo do AGOA, que não se limita apenas às facilidades dos países do continente africano exportarem os seus produtos para os EUA, mas aflorar outros assuntos", referiu Manuel do Nascimento Júnior.

Na sua opinião, os países africanos estão engajados para que, em uníssono, possam explorar todas as oportunidades junto dos Estados Unidos.

"Vamos continuar a apresentar ao AGOA as nossas propostas, criando um ambiente que permite que em Angola se desenvolvam todos os outros sectores, que vão permitir a diversificação económica", referiu, tendo apontado o desafio de desenvolver os sectores dos mármores, madeira, o café, assim como produtos agro-pecuários e as peles de animais.

A nova legislação do AGOA, que prorroga a lei por 10 anos, foi aprovada pelo Congresso dos EUA em 25 de Junho de 2015, e assinada pelo ex-presidente, Barack Obama, em 29 de Junho do mesmo ano.

O foco da revisão intercalar do AGOA/2017 foi identificar os desafios urgentes que devem ser abordados prontamente e promover a utilização das oportunidades que AGOA fornece para garantir que os países elegíveis possam optimizar as preferências durante o período restante da legislação.

O encontro centrou-se igualmente na preparação do Fórum AGOA/2017, que terá lugar em Lomé (Togo), em Agosto deste ano.

As reuniões intercalares da AGOA são parte de um processo normal de preparação para o fórum que acontece de dois em dois anos, sendo uma nos EUA e outra no país indicado em África.

Participaram na reunião intercalar do AGOA/2017, o Comissário da União Africana para o Comércio e Indústria, a embaixadora da União Africana nos EUA e o embaixador do Togo.