Press Release

11/03/2017: EUA: MINISTRA DA FAMÍLIA ENALTECE PAPEL DA MULHER NA DIVERSIFICAÇÃO DA ECONOMIA

EUA: MINISTRA DA FAMÃLIA ENALTECE PAPEL DA MULHER NA DIVERSIFICAÃÃO DA ECONOMIA

Washington - A ministra da Família e Promoção da Mulher, Filomena Delgado, realçou sábado, em Washington (EUA) o papel das mulheres empresárias na nossa sociedade angolana e a sua contribuição no processo de diversificação da nossa economia.

Filomena Delgado intervinha no acto de encerramento da semana internacional da mulher organizada pela Embaixada de Angola nos EUA, que decorreu sob o lema "Mulher, Mãe, Empreendedora".

"Existem no nosso país iniciativas dignas de realce, de mulheres que iniciaram como empreendedoras com pequenos negócios e hoje, graças ao seu trabalho e sacrifício abnegados, são grandes empresárias e um grande exemplo para toda a sociedade", enfatizou Filomena Delgado.

Reafirmou que a mulher Angolana tem jogado um papel primordial no crescimento da economia nacional.

A ministra da Família e da Promoção da Mulher deu a conhecer que Angola conta hoje com uma rede muito forte de empresárias, que teve o seu início com pequenas associações em todas as províncias do país, dando lugar hoje à Federação das Mulheres Empresárias, cujas iniciativas de empreendedorismo são actualmente reconhecidas a nível internacional.

De entre as várias palestrantes na Semana Internacional da Mulher, destacaram-se as embaixadoras da União Africana e da Swazilândia nos EUA.

Participaram igualmente embaixadores da SADC e CPLP, nomeadamente, da Swazilândia, Timor-Leste, Cabo-Verde, Malawi,  Uganda e Ilhas Maurícias, representantes de instituições governamentais e do congresso Americano, para além de membros da comunidade residente e diplomatas em missão em Washington, D.C.

O Embaixador de Angola nos EUA, Agostinho Tavares, interveio na abertura do certame, falando sobre a origem e importância histórica do Dia Internacional da Mulher, oficializado em 1975 pela Organização das Nações Unidas, como um reconhecimento ao papel desenvolvido na reivindicação de uma participação plena e igualitária na sociedade e na luta contra a discriminação.

O evento de encerramento da "Semana Internacional da Mulher", foi colorido com uma exposição de artesãs nacionais, que em Washington, D.C., tiveram a oportunidade de mostrar os seus trabalhos de confecção de peças de vestuário, objectos de adorno e joalharia feitos à mão.

Às artesãs nacionais juntaram-se convidadas do Malawi, Nigéria, República Democrática do Congo e de Timor-Leste.

Aberta no passado dia 6 de Março, a Semana Internacional da Mulher em saudação aos dias 2 e 8 de Março, respectivamente, Dia da Mulher Angolana e Internacional da Mulher.

A jornada incluiu a realização de um seminário onde as participantes partilharam as suas experiências e abordaram temas como a vida familiar e o equilíbrio de negócios, salário igual, oportunidades de carreira e desafios.

Uma conferência sobre os desafios que as mulheres enfrentam como empreendedoras, o acesso ao financiamento e expectativas sociais fizeram igualmente parte da temática da semana da mulher.

O momento cultural contou com uma passagem de modelos com trajes de estilistas nacionais e de outros países Africanos, e com a participação de músicos de Angola e Cabo-Verde.