Press Release

10/02/2017: FILMES ANGOLANOS NO FESTIVAL PAN-AFRICANO DE CINEMA E ARTES EM LOS ANGELES

FILMES ANGOLANOS NO FESTIVAL PAN-AFRICANO DE CINEMA E ARTES EM LOS ANGELES
Washington - O Festival Pan-Africano de Cinema e Artes, que decorre de 9 a 20 de Fevereiro de 2017, em Los Angeles, Califórnia, exibe este ano, duas películas cinematográficas Angolanas, nomeadamente, INDEPENDÊNCIA, ESTA É A NOSSA MEMÓRIA e NJINGA, RAÍNHA DE ANGOLA, dos realizadores Mário Bastos e Jorge Cohen, respectivemente.

 

O evento, considerado o maior e mais prestigiado Festival negro de Cinema e Artes - Pan African Film Festival (PAFF), em Los Angeles.

O Festival Pan-Africano de Cinema e Artes, fundado em 1992, fundado em 1992, é uma corporação sem fins-lucrativos, dedicada à promoção da compreensão cultural entre povos de ascendência Africana, através da exibição de filmes, artes e expressão criativa.

Acreditam os seus mentores que o cinema e as artes em geral podem conduzir a um melhor entendimento e comunicação entre os povos de diversas culturas, raças e estilos de vida e simultaneamente servir como veículo catalizador do diálogo sobre temas importantes deste tempo.

Na vasta opção de filmes e documentários, sentimo-nos bastante orgulhosos de ter o previlégio de assistir a duas películas cinematográficas Angolanas, o que prestigia o nosso país e honra o bom nome da República de Angola por estas paragens.

Fevereiro é considerado o "Mês Nacional da História Afro-Americana", uma celebração anual das conquistas dos afro-americanos e um tempo para afirmar o seu papel na história dos EUA. Desde 1976, os Presidentes Americanos designaram oficialmente o mês de Fevereiro como o Mês da História Negra.

Independência, é o primeiro resultado do projecto da Associação Tchiweka de Documentação, intitulado "Angola – Nos trilhos da Independência". O filme estreou em Luanda aos 7 de Novembro de 2015. A doação foi feita pela Associação Tchiweka de Documentação, por intermédio da professora Maria Conceição Neto, da Universidade Agostinho Neto.

NJínga, Raínha de Angola é um filme biográfico Angolano realizado por Sérgio Graciano e escrito por Joana Jorge. O filme conta a história da guerreira Africana Ana de Sousa ou Ngola Ana Nzinga Mbande ou Raínha Ginga, que foi uma raínha Ngola dos reinos do Ndongo e de Matamba, no Sudoeste de África, no século XVII. Foi lançado nos cinemas Angolanos aos 8 de Novembro de 2013 uma produção de Coréon Dú, Renato Freitas e Sérgio Neto.

Os filmes Angolanos serão exibidos no PAFF nos dias 12 e 19 de Fevereiro de 2017.