Press Release

06/10/2016: DELEGAÇÃO ANGOLANA ÀS REUNIÕES DO BM E FMI JÁ EM WASHINGTON

DELEGAÃÃO ANGOLANA ÃS REUNIÃES DO BM E FMI JÃ EM WASHINGTON

Luanda - A delegação angolana às reuniões anuais de Outono do Banco Mundial e Fundo Monetário Internacional, a acontecer de 7 a 9 deste mês, na capital federal dos Estados Unidos, encontra-se já em Washington, soube hoje (quarta-feira) a Angop.

Segundo uma nota da Embaixada de Angola nos EUA, a comitiva é chefiada por Job Graça, Ministro do Planeamento, e integra Valter Filipe da Silva, governador do Banco Nacional de Angola, Suzana Monteiro, vice-governadora do BNA, e Aia da Silva, secretária de Estado para o Orçamento.

Fazem igualmente parte da delegação Agostinho Tavares, embaixador de Angola nos EUA, Ana Dias Lourenço, directora executiva da 25ª Constituência do Banco Mundial.

Quadros superiores de instituições governamentais presentes, assim como diplomatas séniores em missão em Washington participam do encontro.

A presença de Angola no encontro serve para divulgar o potencial do país e as oportunidades de investimento existentes nos sectores da educação, saúde e agricultura.

As reuniões anuais das Assembleias de Governadores do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Grupo do Banco Mundial (GBM) reúnem dirigentes de bancos centrais, ministros das Finanças, do Planeamento e Desenvolvimento, executivos do sector privado, representantes de organizações da sociedade civil e académicos para discutir questões de preocupação global, incluindo a visão do mundo económico, a erradicação da pobreza, o desenvolvimento económico e eficácia da ajuda.

Realizam-se ainda seminários, reuniões regionais, conferências de imprensa e muitos outros eventos voltados para a economia global, desenvolvimento internacional e sistema financeiro mundial.

A agenda do certame internacional inclui reuniões do Comié Monetário e Financeiro Internacional, o Comité de Desenvolvimento, do Grupo dos Dez (10), o Grupo dos Vinte e Quatro (24), e vários outros grupos.

Na conclusão das suas reuniões, prevê-se que o Comité de Desenvolvimento Monetário Internacional e o Comité Financeiro, bem como vários outros grupos, emitam comunicados.

As reuniões deste ano incluem uma sessão plenária, na qual os governadores de instituições financeiras dos países participantes apresentarão questões de negócios.

Os conselhos de governadores vão tomar decisões sobre como as questões monetárias internacionais actuais deveriam ser abordados e aprovar resoluções correspondentes.

As reuniões anuais são presididas por um governador do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial (BM), com a presidência rotativa entre os membros de cada ano. De dois em dois anos é eleita uma diretoria executiva e novos membros são recebidos no FMI e no BM.