News & Announcements

14/03/2017: Huíla: País auto-suficiente em água mineral e em materiais de construção

Huíla: País auto-suficiente em água mineral e em materiais de construção

Lubango - A ministra da Indústria, Bernarda Gonçalves Martins, admitiu, no Lubango, Huíla, que o país se tornou auto-suficiente na produção de água mineral e em materiais de construção civil, fruto da expansão destas unidades fabris.

Ao falar num encontro com os empresários da Huíla, no âmbito da sua visita que efectuou a província, a titular da pasta da Indústria disse que o país neste momento conta com mais de 50 fábricas de produção de água mineral.

"Hoje, estamos a contar no país com 50 empresas de produção de água no país e por isso não temos necessidade de importar, é evidente que as leis do comércio internacional exigem que alguns países sejam auto-suficientes e temos deixado entrar alguns produtos", realçou.

Para ela, o país não precisa importar água de mesa, pois o Executivo criou mecanismo para a classe empresarial apostasse neste segmento e exemplo vem da província da Huíla que conta com cinco unidades de produção de água, onde tem já exportado para os países da região austral.

Referiu que além da água de mesa, o país esta já há mais de cinco anos sem importar matérias de construção, fruto da implementação de várias fabrica em quase todo território nacional.

Exemplificou que o país está neste momento a produzir cimento em quantidade, varões de aço, ladrilhos, tinta, tijolos e outros materiais de construção civil, o que permitiu reduzir os custos das importações.

Bernarda Gonçalves Martins fez saber que Angola, em função da quantidade e qualidade de produtos feitos pelas fábricas que se dedicam a produção de materiais de construção, já tem exportado os bens para a Europa, Ásia e em África.

Em função da crise financeira que o país vive, a ministra garantiu o país tornará num curto espaço de tempo auto-suficiente de outros bens e serviços e deixarÁ de depender totalmente das importações, o que permitira diversificar a economia nacional.

Bernarda Gonçalves Martins visitou uma fábrica de produção de queijo, outra de engarrafamento de água, de transformação de granito, de metal, produção de plásticos e de matérias de construção civil.