News & Announcements

12/05/2017: Polidesportivo: COI desafia africanos a acolher jogos olímpicos

Polidesportivo: COI desafia africanos a acolher jogos olímpicos

Luanda - O presidente do Comité Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, desafiou hoje, sexta-feira, em Luanda, os países africanos a se candidatarem para a organização de jogos olímpicos.

Thomas Bach, que falava à imprensa no final de uma audiência que lhe foi concedida pelo vice-presidente da República, Manuel Domingos Vicente, declarou que os países africanos têm potencial, como atletas e infra-estruturas.

Em Angola para uma visita de trabalho de um dia,  Thomas Bach reafirmou o seu interesse pessoal de ver África a organizar uma edição dos jogos olímpicos, incentivando  os países africanos a apresentar candidaturas para organizar jogos, que sejam aceitáveis.

Manifestou-se satisfeito pelo nível das relações existentes entre o comité olímpico nacional e governo angolano, que, a seu ver, contribuem para o desenvolvimento do desporto no país, nas suas diversas dimensões.

Viemos avaliar a ajuda a prestar aos atletas angolanos que forem qualificados para os jogos olímpicos de Tóquio (Japão), de modo a conquistar o maior número possível de medalhas, declarou o alemão que substituiu no cargo o belga Jacques Rogge, em 2013.

Valorizou o incremento do desporto escolar por promover valores do olimpismo, como o sentido de equipa, a amizade e honra, assim como contribui para a ascendência académica.

Sugere que o plano nacional de educação e programas curriculares estejam em consonância com a promoção do desporto na escola, a bem do movimento olímpico.

Thomas Bach nasceu em Würzburg (Alemanha), a 29 de Dezembro de 1953. Foi campeão olímpico de esgrima (florete) por equipes, em Montreal em 1976, representando a Alemanha Ocidental, campeão mundial no ano seguinte em Buenos Aires.

Já exerceu o cargo de presidente do Comité Olímpico Alemão e membro do Comité Executivo do COI. Foi eleito como 9º presidente do COI em 10 de Setembro de 2013.