News & Announcements

24/02/2016: Defendida cooperação entre universidades angolanas e norte-americanas

Defendida cooperação entre universidades angolanas e norte-americanas

Luanda - A criação de condições para cooperação no domínio científico entre as universidades angolanas e dos Estados Unidos da América (EUA) foi defendida, terça-feira, em Nova Jersey, pelo ministro do Ensino Superior, Adão do Nascimento.

O governante angolano advogou essa medida quando discursava num encontro sob o lema "Reflexão sobre África do passado e do presente", enquadrado no mês de Fevereiro, dedicado à história do negro americano, nos EUA.

Adão do Nascimento enumerou cinco desafios pertinentes para a transformação do ensino superior angolano: 1º consolidação da visão estratégica de desenvolvimento do ensino superior, onde os actores do sector (instituição, estudantes e professores) trabalhem organizadamente para um objectivo comum, 2º consolidação das normas de regulamentação para melhorar o funcionamento das instituições do ensino superior e do sistema de educação.

O terceiro ponto, descreveu, está ligado à reorganização da capacidade institucional do sector dos recursos humanos e financeiros, o 4º tem a ver com a criação de mecanismo para valorizar e estimular os melhores exemplos de personalidades da instituição e o 5º está relacionado com a criação de métodos para consolidar um bom sistema de garantia de qualidade do ensino superior, no qual se possa reduzir os erros e pôr em relevo os bons exemplos do sistema de ensino.

Caracterizou ainda três momentos do ensino superior no país, sendo que o primeiro aconteceu entre 1974/1975, em que o número de quadros superiores era escasso, o segundo período se observou entre 1976/1991, com o aumento significativo na formação de técnicos superiores orientados pelo Estado, e a terceira etapa (1992/2016), fase da reestruturação estratégica do sector, para se criar um ensino superior de qualidade e excelência.

A actividade foi orientada pelo vice-presidente da Kean University, Philip Connelly, que enalteceu o empenho da organização e agradeceu a participação da delegação angolana no evento.

Desfile de trajes africanos e exibição de danças típica de África por estudantes americanos foram momentos culturais que marcaram a cerimónia.

Na Universidade de Kean, fundada em 1855, são leccionados mais de 50 cursos.