News & Announcements

01/10/2015: EUA: Angola reitera direito de África de estar entre membros permanentes do CS

EUA: Angola reitera direito de Ãfrica de estar entre membros permanentes do CS

Nova Iorque (Dos enviados especiais) - A República de Angola reiterou nesta quinta-feira, em Nova Iorque (EUA), o direito do Continente Africano de estar representado entre os membros permanentes do Conselho de Segurança (CS) da Organização das Nações Unidas (ONU).

De acordo com o vice-presidente da República, Manuel Domingos Vicente, que discursava na Assembleia Geral da ONU, o 70º aniversário da organização deveria constituir incentivo adicional para acelerar reformas, visando a revitalização do sistema das Nações Unidas, em particular do Conselho de Segurança, através do alargamento do número dos membros permanentes e não permanentes.

Deste modo, expressou, tornar-se-ia mais representativo e melhor apetrechado para dar resposta aos desafios e oportunidades que o Mundo enfrenta.

No seu entender, o deslocamento forçado de milhares de seres humanos espelha uma realidade constrangedora e um quadro degradante, ofensivo da dignidade humana, que exige resposta imediata e abrangente por parte da comunidade internacional.

Disse que o país irá celebrar, no próximo mês de Novembro, o 40º aniversario da Independência Nacional, num ambiente de paz, tolerância e de reconciliação, corolário da vontade dos angolanos em trabalharem juntos.

Isto, referiu, para alcançar níveis mais elevados de crescimento económico e maior inclusão social, de progresso e bem-estar para todos, num país mais democrático, próspero e moderno.

Referiu igualmente que o Governo de Angola, apesar da conjuntura mundial adversa, continua empenhado no crescimento sustentado do país.

Para o efeito, salientou, procede à implementação do seu Plano Nacional de Desenvolvimento, visando reabilitar e modernizar as infra-estruturas económicas e sociais, promover o investimento público e privado e intensificar a formação, qualificação e gestão adequada dos recursos humanos.