News & Announcements

05/07/2015: Huambo: Ministro considera província potência em recursos minerais

Huambo: Ministro considera província potência em recursos minerais

Huambo - O ministro da Geologia e Minas, Francisco Manuel Queiroz, considerou sábado a província do Huambo uma potência em recursos minerais, que podem contribuir para a diversificação das fontes de receitas fiscais para o país.

Em declarações à imprensa, no final da sua visita de três dias ao Huambo, o ministro assegurou que o processo de levantamento aero-geofisico ainda prossegue na província, que vai levar a descobrir outros minerais, numa altura em já está em curso a exploração de outros recursos para a construção civil em escala aceitável.

Francisco Queiroz disse que no planalto central pode-se explorar ferro e ouro, sendo que com a execução do Plano Nacional de Geologia “Planegeo” serão descobertos outros  minerais.

Por outro lado, explicou que a exploração de mineiros está apenas reservada aos angolanos e, os estrangeiros entram como parceiros com um terço do capital social, face as dificuldades financeiras e técnicas que o empresariado apresenta.

No entanto, prosseguiu, para mitigar este problema, o governo está a estudar mecanismos para financiar os projectos mineiros.

Nesta senda, informou estae em estudo a criação de um fundo para actividade mineira, que foi analisado pela comissão económica, cuja linha de financiamento será a exploração mineira de pequena e media dimensão, a exemplo da agricultura, indústria e  infra-estruturas.

“O Presidente da República determinou que o sector extractivo tivesse também uma linha de financiamento que será operada pelo Banco de Desenvolvimento de Angola-BDA , um  factor  importante  para os operadores mineiros nacionais, cujo pacote será usada com critérios aliciantes para se investir no sector”, asseverou.

Durante a sua estada na província do Huambo, o ministro da Geologia e Minas inaugurou a mina de exploração de granitos, visitou cinco cooperativas de exploração de inertes de forma artesanal e as britadeiras da “Tecnobritadeira”,  “EUSA” e “Calei e Filhos, Lda”.