Press Release

29/04/2015: EMBAIXADOR NOS EUA REALÇA IMPORTÂNCIA DE ESTREITA RELAÇÃO COM COMUNIDADE

Washington - O embaixador de Angola nos EUA, Agostinho Tavares realçou a importância da relação estreita com a comunidade residente, para que esta possa estar actualizada sobre os desenvolvimentos no país (Angola) e contribuir no momento do seu regresso à pátria mãe.

“Tanto a embaixada como os consulados gerais têm a missão de ir ao encontro da nossa comunidade e providenciar o seu apoio sempre que necessário. Ao mesmo tempo esperamos por parte da nossa  comunidade a residir fora do país o senso de responsabilidade necessário, sobretudo nas suas acções, a fim de que dignifiquemos o nome de Angola", disse Agostinho Tavares.

O diplomata falava sábado aos cidadãos angolanos residentes em  Washington, D.C. e arredores, que apresentaram cumprimentos de boas-vindas ao embaixador, num encontro organizado pela Associação Comunitária “Kudissanga” em colaboração com o sector consular da Embaixada de Angola nos EUA.

De acordo com uma nota de imprensa do sector de imprensa da Embaixada de Angola nos EUA, a ocasião foi aproveitada para a celebração do décimo terceiro aniversário do Dia da Paz e Reconciliação Nacional, comemorado a 4 de Abril.

“Temos de reconhecer mesmo longe que, graças à paz, Angola deu um salto para o desenvolvimento. Em apenas 13 anos o país avançou e diariamente são notórios resultados positivos em todos os sectores da vida nacional, o que nos deixa bastante orgulhosos e nos impulsiona a fazer cada vez mais”, disse o embaixador.

Sobre os ganhos da paz, o embaixador mencionou, de entre outros, a realização do Censo Geral da População e Habitação (de 16 a 31 de Maio de 2014), o primeiro desde a Independência, que permitiu, a partir das informações recolhidas, conhecer com precisão “quantos somos, como somos, onde vivemos e como vivemos e igualmente propiciou informação fiável e actualizada para avaliar a estratégia de redução da pobreza em Angola".

Presentes no encontro estiveram convidados dos PALOP, CPLP e diplomatas em missão nos Estados Unidos da América.

A parte cultural do evento contou com a participação do actor angolano Sílvio Nascimento, que fez um breve monólogo sobre António Agostinho Neto, e do músico cabo-verdiano Toy Pinto para além da estudante e poetisa angolana Claúdia Cassoma.

A Embaixada de Angola nos EUA em Washington, D.C., tem sob sua jurisdição os Estados de Maryland, Virginia, West Virginia, Wisconsin, Nebraska, Iowa, Missouri, Kentucky, Kansas e Illinois.