News & Announcements

14/12/2011: Georges Chicoty chega a Kampala para Cimeira dos Grandes Lagos

Georges Chicoty chega a Kampala para Cimeira dos Grandes Lagos

Kampala (Do enviado especial ) – O ministro das Relações Exteriores, Geoges Chicoty, chegou hoje, quarta-feira, a Kampala, Uganda, onde de 15 a 16 irá representar o Presidente angolano, José Eduardo dos Santos, na Cimeira dos Chefes de Estado dos países membros da Conferência Internacional da Região dos Grandes Lagos.

No aeroporto internacional de Kampala, o ministro Georges Chicoty, que se fez acompanhar de altos funcionários do Mirex, foi recebido pelo embaixador angolano acreditado no Uganda, com residência em Dar Es Salam
(Tânzania), Ambrósio Lukoki, e membros da representação diplomática angolana.

A preparar a agenda da Cimeira esteve reunido, entre 13 e 14 do corrente mês, o Comité Interministerial da organização, cuja missão angolana foi dirigida pela ministra da Família e Promoção da Mulher, Genoveva
Lino, e contou ainda como os secretários de Estado das Relações Exteriores para a Administração, Rui Mangueira, da Geologia e Minas, Makenda Ambroise, os vice-ministros do Interior, Ângelo Veiga, da Defesa, Gaspar Rufino.

Fazem parte também da delegação angolana os embaixadores angolano acreditado no Uganda, com residência na Tânzania, Ambrósio Lukoki, na União Africana, Arcanjo do Nascimento, o director África e Médio Oriente do
Mirex, Joaquim do Espírito Santo, e o coordenador nacional para os Grandes
Lagos, Coimbra Baptista.

A Cimeira terá como principais aspectos em abordagem na sua agenda, o estudo de mecanismos para um maior apoio ao secretariado, encontrar mecanismos para se avançar com os programas que já estão propostos, apoio
financeiro em matéria de contribuições.

Prevê-se igualmente a adopção de uma declaração onde os estados membros irão apoiar um amplo projecto de combate a este tipo de violações.

Durante a reunião da organização, que integra 11 membros entre os quais Angola, República Democrática do Congo, República do Congo Brazzaville, Sudão, República Centro Africana, Ruanda, Burundi, Kenya e
Tanzânia, a Zâmbia irá passar a presidência da organização ao Uganda.

Nesta cimeira igualmente a organização irá eleger o novo secretario executivo.