Press Release

15/04/2015: ANGOLA PRESENTE NAS REUNIÕES ANUAIS DE PRIMAVERA DO BANCO MUNDIAL E DO FUNDO MONETÁRIO INTERNACIONAL

ANGOLA PRESENTE NAS REUNIÃES ANUAIS DE PRIMAVERA DO BANCO MUNDIAL E DO FUNDO MONETÃRIO INTERNACIONAL
O ministro Angolano das Finanças, Armando Manuel chegou ao príncipio da noite de terça-feira, 14 de Abril, a Washington para chefiar a delegação Angolana que vai participar nas reuniões de Primavera das organizações de Bretton Woods (Banco Mundial e Fundo Monetário Internacional). O encontro acontece de 17 a 19 do corrente mês, sob o tema “Acabar com a extrema pobreza até 2030: o empurrão final”.
A comitiva governamental inclui ainda Pedro Luís da Fonseca, secretário de Estado para o Planeamento e Território Nacional do ministério do Planeamento e Desenvolvimento Territorial e Gualberto Lima Campos, vice-governador do Banco Nacional de Angola.
Como entidades convidadas a participar no evento, destacam-se representantes do Fundo Soberano de Angola (FSDEA).
O governante Angolano recebeu à sua chegada a Washington, cumprimentos de boas-vindas do embaixador de Angola nos EUA, Agostinho Tavares, Eduardo Neto, Adido de Defesa da chancelaria militar junto à missão diplomática em Washington bem como de diplomatas e membros da sua equipa de apoio técnico e administrativo.
O programa do evento internacional inclui seminários, reuniões regionais, conferências de imprensa voltados para a economia global, desenvolvimento internacional e sistema financeiro mundial.
O certame internacional é uma oportunidade que tanto o Banco Mundial como o Fundo Monetário Internacional têm, para reunir o Conselho dos Governadores que são os Ministros das Finanças e ou do Planeamento de todos os países do mundo, para fazer o acompanhamento dos trabalhos e das questões principais de negócio, fundamentalmente voltadas para o desenvolvimento e combate à pobreza assim como a garantia da estabilidade financeira internacional.
“Vamos dar continuidade à discussão dos aspectos da agenda das duas instituições e neste momento apreciar de forma muito específica o estado da economia global, sobretudo as implicações ligadas ao sector energético onde a desaceleração dos preços com alguma volatidade têm colocado algumas economias em situações pouco convencionais e naturalmente as questões que se prendem com a agenda ordinária das instituições sobretudo as específicas das economias africanas na agenda do Grupo Banco Mundial e do FMI”, disse Armando Manuel à sua chegada falando à imprensa nacional.
Paralelamente à agenda de trabalhos, prevê-se que a delegação Angolana, mantenha vários encontros bilaterias com os parceiros americanos e outros para troca de impressões e análise de questões de interesse comum.
Em Washington, a delegação chefiada por Armando Manuel contará com o apoio de Ana Dias Lourenço que é a Directora Executiva, representante Angolana e Africana no Banco Mundial, na 25ª constituência, da qual fazem parte igualmente a Nigéria e a África do Sul.
A presença de Angola, à semelhança da agenda anunciada, é tida como mais uma demonstração do compromisso que o país mantém com as finanças internacionais.
Prevê-se que no evento participem ministros de mais de cem (100) Governos, não apenas membros do conselho de governadores do Grupo Banco Mundial (GBM) e do Fundo Monetário Internacional (FMI), mas igualmente representantes oficiais dos Governos, representantes de agências doadoras, académicos, representantes da sociedade civil e jornalistas.