Press Release

02/04/2015: EMBAIXADOR NOS EUA E CÔNSULES-GERAIS REÚNEM-SE PARA COORDENAR ACTIVIDADE DIPLOMÁTICA

EMBAIXADOR NOS EUA E CÃNSULES-GERAIS REÃNEM-SE PARA COORDENAR ACTIVIDADE DIPLOMÃTICA

Washington - O embaixador de Angola nos EUA e os cônsules-gerais em Nova Iorque, Houston e Los Angeles reuniram-se segunda-feira, em Washington D.C., pela primeira vez, para melhorar a coordenação da actividade consular, uniformizar a actuação dos mesmos, nos Estados das áreas sob sua jurisdição, incluindo o sector consular adstrito à Embaixada.

"O objectivo desta primeira reunião consular é identificar os pontos fortes em que devemos focar a nossa acção e consequentemente discutir assuntos relacionados com a uniformização dos procedimentos para a concessão de vistos e de apoio à comunidade angolana residente neste país”, disse o embaixador, Agostinho Tavares.

O encontro serviu igualmente para a troca de experiência técnica, uniformização de serviços, bem como para definir e traçar as linhas de coordenação das actividades dos consulados gerais de Angola nos Estados Unidos da América.

A reunião foi presidida por Agostinho Tavares, embaixador de Angola nos Estados Unidos da América, e contou com a presença dos cônsules-gerais Adão Pinto, de Nova Iorque, Júlia Machado, de Houston - Texas, e Martinho Codo, de Los Angeles na Califórnia.

Além das questões migratórias e de assistência consular às comunidades, foram abordados aspectos ligados à questão de uniformização dos emolumentos consulares (registo e notariado), partilha de informação entre ambos os consulados, bem como o controlo e apoio a ser prestado à comunidade angolana, nomeadamente aos estudantes e outros cidadãos que enfrentam dificuldades de vária ordem nos EUA.

A necessidade da materialização do projecto de abertura da Casa de Angola nos EUA foi outro aspecto que mereceu a atenção dos participantes na primeira reunião consular.

No final, o embaixador Agostinho Tavares encorajou os cônsules-gerais e seu staff para um trabalho de equipa, enfatizando a necessidade de uma melhor coordenação entre ambos e igualmente com o sector consular da Missão Diplomática.