News & Announcements

20/03/2015: Governador do BNA considera realista OGE Revisto 2015

Governador do BNA considera realista OGE Revisto 2015

Luanda - O governador do Banco Nacional de Angola (BNA), José Pedro de Morais, afirmou nesta quinta-feira, em Luanda, que "as metas propostas no OGE Revisto 2015 são realistas".

Em declarações à imprensa, no final da sessão de aprovação final global da Proposta de Lei de Revisão do Orçamento, referiu que o apoio massivo demonstrado pelos deputados dá garantias de execução do documento reitor.

"Com esse apoio massivo da Assembleia Nacional, estamos em condições de executar e alcançar as metas e os objectivos que estão propostos", disse.

Do meu ponto de vista, a sessão desta quinta-feira demonstrou que "há um consenso alargado por parte dos deputados sobre o bem fundado da programação trazida pelo Executivo".

A Proposta de Lei que aprova o OGE Revisto teve voto favorável do MPLA e da FNLA (154), e contra da UNITA, CASA-CE e PRS (40).

O texto foi à Aprovação Final Global durante a 6ª Reunião Plenária Ordinária da 3ª Sessão Legislativa da 3ª Legislatura da Assembleia Nacional, orientada pelo presidente daquele Órgão, Fernando da Piedade Dias dos Santos.

Nesta nova versão do orçamento, o Executivo estipula uma receita estimada em 5,4 trilhões de kwanzas e igual montante para as despesas.

José Pedro de Morais disse, por outro lado, que há uma redução global das receitas na balança de pagamentos, devido a queda do preço do petróleo no mercado internacional.

Com base nessa redução geral, explicou, o Banco Central tem estado a canalizar prioritariamente para as necessidades da economia as divisas.

"É evidente que neste quadro a procura de divisas para fins especulativos não tem lugar e esta procura especulativa é que perturba as necessidade reais da economia", exprimiu.

Prometeu que vão contornar a situação com as medidas que têm estado a tomar.