News & Announcements

12/02/2015: África do Sul: Ministro defende aposta na mineração e agricultura

Ãfrica do Sul: Ministro defende aposta na mineração e agricultura

Cape Town - O ministro dos Petróleos, Botelho de Vasconcelos, considerou hoje (terça-feira), em Cape Town (África do Sul), que Angola deve apostar no desenvolvimento do sector mineiro, aproveitar o potencial agrícola e demais sectores produtivos que possam contribui para a diversificação da economia.

Em declarações à imprensa na Conferência Internacional de Minas, que decorre em Cape Town, Botelho de Vasconcelos referiu ser necessário apostar na diversificação  para se evitar que o pais continue a depender de um único produto.

Em relação ao momento que o pais atravessa, o ministro sublinhou que a actividade petrolífera é cíclica, adiantando que neste momento vive- se uma fase em que o preço do petróleo está baixo, mas de forma tranquila devemos aguardar por melhores dias.

"A semana passada registou-se a inversão da tendência do preço e esperamos que esta inversão continue e que o preço atinja o mínimo que possa satisfazer os problemas de desenvolvimento que o pais tem" sublinhou o governante.

"Se atingisse os 70 dólares já não seria muito mau, embora para nós seria óptimo que o preço atingisse o valor dos quatro últimos anos , que foi acima dos cem dólares. Mas os especialistas dizem que a este nível talvez não possamos atingir tão cedo. No entanto, vamos caminhar e esperar que este período seja ultrapassado o mais rápido possível" disse Botelho de Vasconcelos.

Em função desta situação, adiantou, o governo fez uma seleção de projectos ou programas a serem implementados e também suspendeu alguns, ou seja os escolhidos terão continuidade, enquanto os novos poderão aguardar por melhor oportunidade.

No que toca à actualização dos preços dos combustíveis, informou que programa vai continuar, mas sempre de forma ponderada, no sentido de se puder utilizar os recursos que são usados para subsidiar os combustíveis, aplicando- os noutros projectos que mais necessitam.

"Creio que o programa que foi desenhado e que está a ser aplicado está a ser implementado na perspectiva de se puder encontrar uma linha de equilíbrio, de modo a que estes recursos possam ajudar o governo a resolver os problemas da área social (saúde e educação), mas também na redução da pobreza, abastecimento de água e eletricidade .

Segundo o governante, o governo vai aproveitar os 20 milhões de dólares que estavam a ser utilizados para subvencionar os combustíveis em beneficio da população, apontou.

Para Botelho de Vasconcelos, este encontro reveste- se de bastante importância na medida em que dá a conhecer o potencial mineiro que existe no país e constitui uma actividade que deve ser lançada de modo a que venha a contribuir para o desenvolvimento nacional.

"É um evento que promove o país e que tenta atrair mais investidores para que Angola possa caminhar lado a lado com outros países utilizando os seus próprios recursos ", disse.