News & Announcements

10/12/2014: Ministro da saúde apela reforço das medidas de prevenção contra doenças infecciosas

Ministro da saúde apela reforço das medidas de prevenção contra doenças infecciosas

Luanda- O ministro da saúde, José Van-Dúnem, apelou nesta terça-feira, a população no sentido de redobrar as medidas de prevenção contra as epidemias que se acentuam na época da chuva.

Falando à Angop, o ministro disse que nesta altura do ano as doenças provocadas pelas enxurradas (cólera, paludismo, dengue e chikungunya) são mais acentuadas, por isso, apela ao reforço das medidas de prevenção.

Como medidas de prevenção apontou a eliminação dos charcos de água, ter em atenção aos pneus e garrafas vazias, porque podem ser criadores tanto do mosquito que provoca o paludismo como os que provocam a dengue e chikungunya.

Acrescentou que a responsabilidade para com o saneamento tem de ser um problema primeiro de cada um, de cada família e depois colectiva, para que não haja uma assimetria nos esforços.

De acordo com o ministro, as autoridades sanitárias vão trabalhar no sentido de garantir que a nível das unidades hospitalares hajam medicamentos e constante treinamento do pessoal, para se poder responder em tempo oportuno as doenças transmitidas por este tipo de vectores e esperar que no próximo ano a mortalidade por malária continue a descer como acontece nos últimos dois anos.

"O próximo ano será melhor, devido as intervenções que serão implementadas ao nível do saneamento e da oferta de água, pois hoje "temos a oportunidade de ouvir que a Epal vai fazer mais 700 ligações domiciliares, o que quer dizer que 700 famílias vão deixar de ter reservatórios com água porque terão água corrente, o que vai diminuir o número de criadores de mosquitos e, consequentemente, melhorar a qualidade de vida das populações", frisou.