News & Announcements

04/11/2014: Alemanha: UAN arrebata duas medalhas na Feira IENA 2014 na categoria de ensino superior

Alemanha: UAN arrebata duas medalhas na Feira IENA 2014 na categoria de ensino superior

Nuremberga - (Do enviado especial) - A Universidade Agostinho Neto (UAN) foi distinguida com duas medalhas de bronze na categoria de instituição de ensino superior na Feira IENA 2014, com o conjunto dos trabalhos que a mesma apresentou naquela amostra de tecnologia mundial, que decorreu de 30 de Outubro a 2 de Novembro, na cidade de Nuremberga, Alemanha.

No conjunto das invenções premiadas da UAN do curso de Ciências de Computação foi distinguido com duas medalhas de bronze. Os projectos medalhados foram ‘Angocompiler – interpretador de algoritmos em línguas nacionais’, desenvolvido por Adário Muatalembe, Kissema Eduardo e coordenado pelos docentes Lufialuiso Sampaio Velho e Padoca Calado.

Este projecto, de acordo com o responsável do Departamento de Ciências da Computação, Padoca Calado, promove a inclusão digital, facilita a qualificação de recursos humanos na área de Ciências aproxima os alunos desta categoria.

O outro projecto, ‘SIEMA – um protótipo para a gestão de serviços de emergência médica’, foi idealizado pelo próprio docente Padoca Calado e desenvolvido com o objectivo de melhorar a prestação dos serviços de emergência médica aos cidadãos, bem como optimizar os recursos hospitalares e fornecer informações aos utentes e às entidades de saúde.

Os dois projectos referidos mereceram o destaque do júri tendo em conta a aplicabilidade para a resolução dos problemas de Angola.

Na qualidade de responsável, Padoca Calado manifestou satisfação pelas medalhas obtidas, resultado de um trabalho árduo de toda a equipa do departamento, e fez votos para que se continue a trabalhar no sentido de ser possível apresentar projectos com forte impacto social.


Enalteceu ainda a qualidade das invenções apresentadas pela Delegação Angolana e referiu a necessidade de se passar das invenções à sua exploração comercial, nomeadamente com apoio das empresas, uma vez que toda a comunidade deve estar envolvida e não apenas o Estado Angolano.

Os inventores angolanos conquistaram dez medalhas das quais duas de ouro, cinco de prata e três de bronze, fechando em grande a sua participação na 66ª edição da Feira Internacional de Ideias, Invenções e Novos Produtos (IENA) 2014.

As medalhas de ouro foram conquistadas pelo Centro de Informação de Medicamentos e Toxicologia  (CIMETOX), da Faculdade de Medicina da Universidade Lueji A'Nkonde, com o projecto de produção do primeiro soro Antiofilico e a empresa de sistemas informáticos SISTEC, com a sua estação de voto electrónica.

As medalhas de prata foram conquistadas pelos inventores free lancers Inácio Simão e Manuel Henriques Bongo, respectivamente, com a mala para carregar telemóveis e outros dispositivos electrónicos e a cadeira de rodas movida com painel solar.

As outras de prata foram ganhas pelo Alberto Wapota, com o projecto e-otchoto ou ondjango electrónico, pelo inventor Valeriano Marcelino, com o projecto sobre sistema de controlo de iluminação pública e pelo inventor Rouget Fundora, com o jogo tradicional Kiela em formato  computarizado.

Já as de bronze foram conquistadas pelos inventores Marcolino Cangajo, Lufialuiso Sampaio Velho e a UAN, respectivamente, com projectos como passadeira electrónica e sistema de emergências médicas, já a UAN foi medalhada na categoria de Universidades.

Angola participa pela sexta vez na feira de IENA, espaço onde tem granjeado prestígio, justificado pelo número de medalhas conquistado desde 2009, agora num total de 38 dentre as quais seis de ouro, quinze de prata e dezassete de bronze.