News & Announcements

29/10/2014: Ministro da Defesa no encerramento do exercício militar Loango 2014

Ministro da Defesa no encerramento do exercício militar Loango 2014

Brazzaville - O ministro angolano da Defesa, João Lourenço, assistiu nesta terça-feira,em Ponta-Negra, em representação do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, ao encerramento oficial das manobras militares do exercício "Loango-2014", marcado por uma parada militar na base aérea local.

Da comitiva angolana presente, destacam-se o Chefe de Estado-Maior General-Adjunto das Forças Armadas Angolanas (FAA) para a Educação Patriótica, general Egídio de Sousa Santos “Disciplina”, e o embaixador de Angola no Congo, Pedro Fernando Mavunza.

O Exercício ‘’Loango-2014’’, que ocorreu simultaneamente nos departamentos de Ponta-Negra e Kouilou, ambos situados a mais de 500 quilómetros a Sul de Brazzaville, beneficiou do apoio da União Europeia, no quadro do programa de facilitação da paz, visando testar e conformar a Comunidade Económica dos Estados de África Central (CEEAC) na condução, com urgência, e desdobrar uma missão multidisciplinar integrada à luz da guia de marcha número ‘’3’’ da força africana em alerta.

A localidade de Loango, capital do departamento de Kouilou, acolheu, na segunda-feira, as últimas manobras agendadas no quadro da demonstração das capacidades de operacionalidade e desdobramento rápido da Força Multinacional da África Central (FOMAC).

Entre os cerca de três mil tropas mobilizadas para o efeito, Angola participou com um contingente de 192 efectivos da Marinha de Guerra, do Exercíto, da Força Aérea e da Polícia de Intervenção Rápida (PIR), e contribuiu com um barco, um aparelho de transporte aéreo ‘’IL-76’’ e dois aviões de reconhecimento de marca ‘’Tucano’’.

No dia 20 do corrente, o brigadeiro angolano joão Didimo Cangana foi empossado oficialmente como comandante da FOMAC, em substituição do general tchadiano Zakaria Gobongué.

No mesmo dia, realizou-se, em Ponta-Negra, a cerimónia da entrega oficial do edifício-sede de três andares do Centro Regional de Segurança Mariítima de África Central (CRESMAC) para garantir, no mar e nas costas do Golfo da Guiné, a segurança para todos os utilizadores.

Para além de Angola e do país anfitrião (Congo), cinco outros países da região marcaram a sua presença, nomeadamente Camarões, Gabão, Guiné Equatorial, República Democrática do Congo e Tchad.

No mesmo quadro, já foram realizadas anteriores manobras militares, nomeadamente ‘’Sawa-2006’’, nos Camarões, ‘’Barh El-Gazel - 2007’’ e ‘’Kwanza - 2010’’.

O exercício foi dirigido pelo chefe de estado-maior geral das Forças Armadas Congolesas (FAC), o general Guy-BlanchardOkoi.

Presenciaram o encerramento oficial, o Chefe de Estado congolês, Denis Sassou-N’Goueso, e os seus homólogos do Gabão, Ali Bongo-Ondimba, da Guiné Equatorial, Téodoro Obiang Nguema-Mbassogo, para além de outras individualidades.

O secretário geral da Comunidade Económica dos Estados de África Central (CEEAC), Ahmad Allan-Mi, também participou no evento.