News & Announcements

22/10/2014: Gestão sustentável dos solos mitiga problemas climáticos - ministra da Ciência

Gestão sustentável dos solos mitiga problemas climáticos - ministra da Ciência

Luanda - A ministra da Ciência e Tecnologia, Maria Cândida Teixeira, reiterou hoje, em Luanda, que o executivo angolano continua a trabalhar para que os projectos científicos do Centro da África Austral para Ciência e Serviços para Adaptação às Alterações Climáticas e Gestão Sustentável de Solos "SASSCAL" ajudem a mitigar os problemas relacionados com estes problemas ambientais.

A informação foi prestada pela titular da pasta ministerial quando discursava na abertura da 4ª Reunião Ordinária do Conselho de Administração do Centro da África Austral para Ciência e Serviços para Adaptação às Alterações Climáticas e Gestão Sustentável de Solos (SASSCAL).

De acordo com a ministra, o Governo angolano, como um dos representantes desta iniciativa, continuará a envidar esforços para que os resultados dos projectos desenvolvidos no âmbito do SASSCAL possam realmente ajudar a mitigar os problemas sobre alterações climáticas e gestão sustentável dos solos.

“Temos acompanhado com muito atenção as tarefas que se desenvolvem no âmbito dos 13 projectos angolanos que estão a ser financiados nesta primeira fase pelo SASSCAL, como também a instalação das 10 estações meteorológicas automáticas que foram instaladas em 10 das 18 províncias do país”, explicou.

Estas estações, acrescentou, estão inseridas na rede meteorológica nacional e emitem dados dos principais parâmetros do clima (precipitação, temperatura do ar e do solo, humidade relativa, direcção dos ventos, pressão atmosférica entre outros) em tempo real.

Segundo a ministra, os países africanos parceiros da iniciativa SASSCAL têm igualmente a responsabilidade na contribuição financeira do referido centro.

O Centro da África Austral para a Ciência e Serviços para a Adaptação à Alteração Climática e Gestão Sustentável dos Solos (SASSCAL) foi criado pelo Governo da República Federal da Alemanha, em 2009.

No continente africano está implantando na África do Sul, Angola, Namíbia, Botswana e Zâmbia.

Presente em Angola desde 2013, com programas voltados para a agricultura, clima, água, floresta, biodiversidade e formação, o SASSCAL tem a sua sede na província do Huambo.