News & Announcements

15/10/2014: Chikoti participa na Reunião Ministerial Angola-União Europeia

Chikoti participa na Reunião Ministerial Angola-União Europeia

Luanda - O ministro das Relações Exteriores, Georges Rebelo Pinto Chikoti, vai participar na Primeira Reunião Ministerial Angola-União Europeia (EU), a ter lugar em Bruxelas, Bélgica, de 16 a 17 de Outubro do corrente ano.

De acordo com uma nota do Ministério das Relações Exteriores, a reunião tem como um dos objectivos o fortalecimento das relações político-diplomáticas e de cooperação entre o Executivo angolano e a UE, bem como identificar novos domínios com vista ao seu relançamento.

Para esta reunião, onde deverá participar, igualmente, o ministro do Planeamento e do Desenvolvimento Territorial, Job Graça, está prevista a intervenção, na sessão de abertura, dia 17, do Presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, e do ministro das Relações Exteriores, Georges Rebelo Pinto Chikoti, na qualidade de chefe da delegação angolana.

Os participantes na reunião discutirão questões, como energia, um dos principais focos do evento, Paz e Segurança, Boa Governação e Direitos Humanos, Crescimento Económico e Desenvolvimento Sustentável, Ensino e Formação eTelecomunicações.

Durante a discussão desse temas, Angola vai apresentar a Estratégia Energética do País, a sua experiência na presidência da Conferência Internacional da Região dos Grandes Lagos (CIRGL), a situação na República Centro-Africana (RCA), a Segurança Marítima no Golfo da Guiné e o Programa da sua Presidência do Processo de Kimberley.

No âmbito da Boa Governação e Direitos Humanos, serão abordados, igualmente, os desenvolvimentos recentes em Angola, concretamente, o Censo Populacional, as Perspectivas de Eleições locais e Descentralização, o Combate à corrupção, as práticas anti-governamentais, os crimes cibernéticos e a sinistralidade rodoviária, bem como os Progressos e desafios de gestão de fronteiras.

No tema sobre o Crescimento Económico e Desenvolvimento Sustentável, a delegação angolana deverá focalizar-se na visão Estratégica para diversificar a economia e promover o comércio (ambiente de negócios, pauta aduaneira, Lei do Investimento Privado), no Desenvolvimento Sustentável e Alterações Climática, entre outros assuntos de natureza socioeconómico.