News & Announcements

20/07/2014: Fórum empresarial dos Palop marca semana económica

Fórum empresarial dos Palop marca semana económica

Luanda - O Fórum Económico dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (Palop) e a assinatura de 21 contratos de investimentos entre empresas angolanas e estrangeiras, no valor de 5 biliões, 161 milhões e 250 mil Kwanzas, constituíram os destaques do noticiário económico da Angop da semana que hoje finda.

O ministro da Economia, Abrahão Gourgel, que presidiu a cerimónia de abertura do evento, disse que o fortalecimento dos Palop poderá contribuir na redução das assimetrias entre os estados membros, através da exploração racional dos recursos naturais existentes.

Considerou importante que a exploração racional dos recursos naturais seja feita para estabelecer ligações com o conjunto da economia, admitindo ser um esforço que requer participação activa da população na geração e na repartição do valor acrescentado, que não deve se circunscrever à condição de enclave.

Na mesma senda, os participantes no evento, exprimiram a vontade de dinamizar e aprofundar a cooperação económica e financeira no espaço dos Palop, uma comunidade que congrega no continente africano mais de 40 milhões de cidadãos, distribuídos por seis países e três comunidades económicas regionais.

O desejo foi expresso num documento designado "Declaração empresarial de Luanda", emitida pelo grupo no evento, que visou a sensibilização dos Estados membros a redobrarem os esforços, tendo em vista a procura de soluções assegurando melhor circulação de pessoas e capitais no espaço da comunidade.

Os acordos foram rubricados pela presidente do Conselho de Administração da ANIP, Maria Luísa Abrantes, e membros das respectivas empresas, grande parte ligadas aos sectores industriais, saúde, comércio, prestação de serviços e agricultura.

Os contratos foram estabelecidos por empresas de Angola, Portugal, Alemanha, China, Israel, Eritreia, Hong Kong e Ilhas Virgens e Maurícias.

Na semana de 12 a 19 de Julho, mereceu também destaque o apelo feito pela directora do Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (INADEC), Paulina Semedo, às seguradoras a disponibilização de mais informação aos clientes no momento da celebração dos contratos de seguro.

Nos últimos sete dias, o encontro que o Vice-presidente da República, Manuel Domingos Vicente, manteve com a delegação da Confederação Empresarial dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (CE-PALOP) para analisar a relação económica entre os Estados membros da organização, mereceu também realce no noticiário económico.

À saída do encontro, que teve duração aproximada de 20 minutos, o presidente da CE-PALOP, Francisco Viana, disse à imprensa, ter aproveitado a ocasião para agradecer o apoio de Angola na realização, com sucesso, do Fórum PALOP, bem como o empenho do país no impulso para a dinamização do sector privado nos Estados membros.

Afirmou estar convicto de que esse dinamismo vai permitir que a classe empresarial de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique e São Tomé e Príncipe trabalhe junta para o crescimento económico e social dos respectivos Estados.