News & Announcements

05/07/2014: Governador do Cuando Cubango quer participação do sector privada no crescimento da província

Governador do Cuando Cubango quer participação do sector privada no crescimento da província

Menongue - O governador da província do Cuando Cubango, Higino Carneiro, defendeu em Menongue, uma maior colaboração do sector privado, para o rápido crescimento e desenvolvimento multifacetado desta região do sudeste do país.

Para concretização deste desiderato, Higino Carneiro convidou os embaixadores e representantes de negócios de vários países, com destaque para África do Sul, Alemanha, Brasil, China, Estados Unidos da América, Espanha, Israel, Polónia, Portugal e Zâmbia, para um encontro nesta quinta-feira, com os quais abordou os potenciais sectores para o investimento.

Na ocasião, o governador informou aos presentes que o Plano Provincial de Desenvolvimento da Província (PDP), baseado no Plano Nacional de Desenvolvimento (PND) 2013/2017, elegeu cinco eixos fundamentais, como o desenvolvimento do capital humano, o processo de desminagem, a recuperação e desenvolvimento das infra-estruturas rodoviárias e do sector da educação, com a construção contínua de escolas.

Higino Carneiro informou que do ponto de vista económico, o governo que dirige priorizou três fileiras essenciais, sendo a primeira ligada ao sector do turismo e a segunda o da agricultura empresarial e o ligado ao sector mineiro, a julgar, com a terceira, pelas várias ocorrências da existência de diamantes, do cobre, do ferro, do ouro, quartzo, prata, urânio e de petróleo.

Em função das potencialidades, o governante afirmou que o governo do Cuando Cubango quer que embaixadores, conselheiros e encarregados de negócios com representações diplomáticas em Angola, estejam presentes no fórum empresarial da província a realizar-se no dia 25 de Julho, para a posterior poderem convidar empresários dos seus países interessados em investir neste território do país.

Segundo o dirigente, no fórum em alusão, serão tratados dois temas, como o turismo e a educação, tendo exemplificado que para a abordagem do turismo é imperioso pensar no sector de transporte aéreo, rodoviário, na assistência médica e medicamentosa e com as estruturas de saúde disponíveis e em condições.

Outro sector tem a ver com a educação, uma que actualmente o Cuando Cubango alberga a sede da VIII Região Académica, da Universidade Cuito Cuanavale, mas que também o governo provincial pretende que outros actores possam estar presentes, uma perspectiva que abrirá no fórum a introdução de outro tema no âmbito dos serviços de prestação que constituem elementos complementares.

O governador lembrou aos presentes, que têm acompanhado o esforço que o governo está a fazer no domínio de construção de infra-estruturas, sobretudo com montantes muito avultados e que precisam da complementaridade do sector privado, e convidou os embaixadores de  diferentes representações diplomáticas a serem porta-vozes desta mensagem aos interessados em investir na província do Cuando Cubango.